+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Manaus sedia encontro nacional sobre qualidade de softwares

Doutores, mestres, empresários e estudantes de tecnologia da informação reunidos em Manaus para discutir como melhorar a qualidade dos softwares, programas de computador que estão no dia-a-dia de todos, presentes nas tarefas mais simples, como acessar o Facebook, até nas mais complexas, como nos sistemas usados nas linhas de produção de várias fábricas do Polo Industrial de Manaus, por exemplo.

A abertura oficial do XIV Simpósio Brasileiro de Qualidade de Software (SBQS) ocorreu na noite desta terça-feira (18) no Studio 5 Centro de Convenções, Distrito Industrial, Zona Centro Sul e é fruto de uma parceria do Governo do Amazonas, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), com o Instituto de Computação (IComp) e a Sociedade Brasileira de Computação (SBC).

O evento segue até a próxima sexta-feira (21) com oficinas, apresentação de artigos e palestras com profissionais renomados do Brasil e exterior, entre eles o professor emérito Victor Basili, principal referência na área de Engenharia de Software do mundo.

De acordo com a diretora técnico-científica da FAPEAM, Andrea Waichman investir no mercado de tecnologia da informação é garantir formas de desenvolvimento regional. “A FAPEAM tem investido na área da tecnologia da informação e nas suas vertentes, pois acredita ser extremamente promissora para o Amazonas. Hoje, vários processos produtivos são controlados por diferentes tipos de Software, então não se destina  apenas para o atendimento do mercado local que é o nosso Polo Industrial, mas os investimentos nessa área abrem outros mercados nacionais e até internacionais”, disse.

O Simpósio Brasileiro de Qualidade de Software é um evento anual da Comissão Especial de Engenharia de Software SBC e do Comitê do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade em Software (PBQP-SW). Tayana Conte, coordenadora do evento explica que a discussão sobre a qualidade de Software nada mais é que o planejamento para que o programa de computador não dê “dor de cabeça” ao usuário.“Estamos falando em softwares melhores, mais rápidos, com menos erros e mais competitivos globalmente. Esse simpósio e a Escola Avançada de Software discutem exatamente isso, como produzir o Software melhor e forma mais barata. Esse mercado é amplo e nele não há crise”, destacou.

Ao todo 400 pessoas deverão participar do encontro.  José Carlos Maldonado, membro da SBC, disse que a escolha de Manaus para sediar esta edição do evento se deu pela qualidade dos trabalhos acadêmicos na área da tecnologia da informação aqui produzidos. “Esse ano a cidade foi escolhida pela competência instalada. Temos aqui um grupo muito bom, já que o curso de pós-graduação da Universidade Federal do Amazonas tem conceito 5 ( da Capes), ou seja, de excelência no país. Por isso é importante a integração das capacidades de maneira nacional. Isso motiva o estudante local, chama a atenção deles para a produção de softwares”, ressaltou.

Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) a Indústria Brasileira de TI está em 7º lugar no ranking mundial, com um investimento de US$ 60 bilhões, em 2014. Se for considerado somente o setor de Software e Serviços de TI, sem exportações, o montante somou US$ 25,2 bilhões no ano passado. O estudo aponta que o Brasil em 1º lugar no ranking de investimentos no setor de TI na América Latina, com 46% desse mercado que, em 2014, somou US$ 128 bilhões.

Fonte: FAPEAM

Próximos Eventos