+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Lançado em Rio Branco edital do Programa Redes Digitais da Cidadania

O governo do Acre, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre (Fapac) em parceria com a Secretaria de Inclusão Digital do Ministério de Ciência e Tecnologia, lançou na manhã desta terça-feira, 7, em Rio Branco, o edital do Programa Redes Digitais da Cidadania. O evento aconteceu no auditório da Biblioteca da Floresta e contou com a presença do vice-governador César Messias, Pascoal Muniz, presidente da Fapac, e da secretária Nacional de Inclusão Digital, Lygia Pupatto.

O programa é desenvolvido em parceria com oito estados brasileiros e no Acre foram disponibilizados recursos na ordem de 3 milhões de reais. A Fapac será responsável pela seleção dos projetos inscritos e pela aplicação desses recursos. “Os recursos do edital tem contrapartida do Estado e busca um diálogo com as instituições federais de educação, aqui a parceria é com a Universidade Federal do Acre (Ufac) e o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac), os alunos terão a oportunidade de colocar em prática o que aprendem nas salas de aula, principalmente na difusão das novas tecnologias”, afirmou Pascoal Muniz.

A Secretaria Nacional de Inclusão Digital foi criada em 2011 pela presidente Dilma Rousseff e desde então mantém parcerias com os governos estaduais e municipais. Na parceria com o Acre estão previstos investimentos nos telecentros do programa Floresta Digital e em capacitações para os funcionários públicos que operam os sistemas de tecnologia da comunicação. “Mais de 70% dos funcionários das prefeituras de todo o Brasil nunca foram capacitados para operar os sistemas que eles mesmos utilizam, além disso, os bolsistas do programa vão visitar comunidades que nunca tiveram acesso às essas novas tecnologias, promovendo a inclusão dessas pessoas”, ressaltou Lygia Pupatto.

César Messias destacou a política de fortalecimento das ações de inclusão digital do Ministério das Comunicações e do governo do Estado, “o Acre já está preparado para receber e executar todos os programas que são lançados nacionalmente, o aparato técnico do Estado é destaque entre os demais, essas parcerias devem beneficiar quem mais precisa, pessoas de baixa renda e que precisam ter acesso ao mundo digital, o governo federal tem investido e nós garantimos essa continuidade”, afirmou.

Este edital é o maior programa de extensão  universitária já executado no Acre e deve comtemplar os 22 municípios. Além de levar inclusão, o governo pretende combater o analfabetismo.

Fonte: Notícias do Acre

Próximos Eventos