+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Lançado aplicativo “Vem pro Pará”

O lançamento do software “Vem Pro Pará” foi realizado, na tarde desta quinta-feira (23), como resultado de um trabalho conjunto entre a Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Faculdade de Computação da Universidade Federal do Pará (UFPA). O aplicativo móvel já está disponível gratuitamente para a plataforma Android, contendo informações a respeito dos atrativos, serviços e rotas turísticas existentes no Estado do Pará.

O novo aplicativo tem como objetivo principal divulgar as informações sobre atrativos existentes e os serviços turísticos ofertados no Estado do Pará. A interface e funcionalidade do aplicativo foram desenvolvidas a partir de uma parceria entre a Setur e professores e estudantes de Sistema da Informação da Universidade Federal do Pará (UFPA).

“Este é o momento em que materializamos mais uma ferramenta a serviço do turismo e do turista no Pará, e que hoje é imprescindível no mundo atual: a agilidade, a acessibilidade e facilidade de um aplicativo móvel”, afirma o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes. “A medida que nós tivermos fôlego para alimentar a base de dados do aplicativo, ele irá cada vez mais consolidar uma visão ampliada do turismo no Estado do Pará. Seguramente, essa ferramenta será pioneira”, completa.

Atualmente, entre atrativos turísticos, serviços bancários, de hotelaria e alimentação, mais de 300 itens já foram cadastrados, tendo como ponto de partida os municípios prioritários do Plano Estratégico de Turismo Ver-o-Pará e os empreendimentos registrados no Cadastur. Em breve, serão inseridas também informações acerca dos eventos turísticos do estado. Para o secretário-adjunto da Secti, Alberto Arruda, o aplicativo significa “a abertura de novas fronteiras não só para o turismo, mas também no campo da ciência e tecnologia”.

Além de contemplar os mais conhecidos e importantes atrativos turísticos do estado, o aplicativo “Vem Pro Pará” traz também informações a respeito da rota turística e cultural Belém-Bragança, que vem sendo trabalhada pela Setur com a colaboração e parceria da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e prefeituras municipais das 13 cidades situadas ao longo do percurso da antiga estrada de ferro.

De acordo com o professor doutor da Faculdade de Computação da UFPA, Rodrigo Quites, o projeto nasceu de uma demanda da Setur para a disciplina que ele ministra, de aplicação prática dos alunos na criação de softwares. “Foi uma experiência muito importante, na qual os alunos puderam se deparar com uma situação e um cliente real e, sobretudo, precisando encontrar soluções para a proposta apresentada”, explicou.

Fonte: SECTI-PA

Próximos Eventos