+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Inova Goiás: A hora e a vez da inovação em Goiás

Vamos mudar ainda mais o perfil econômico do Estado, a fim de gerar postos de emprego de base tecnológica que asseguram melhor qualidade de vida”, afirma o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), José Eliton. A referência é ao Programa Estadual de Inovação e Tecnologia do Estado de Goiás – o Inova Goiás – que será lançado pelo governador Marconi Perillo na próxima quarta-feira, 2/9, às 9h30, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. Segundo Eliton, a inovação tecnológica é um caminho eficaz quando se busca melhorar os meios de produção, a empregabilidade, a renda per capita e a competitividade da economia.

De acordo com o vice-governador, os países que alcançaram o desenvolvimento agem com rapidez para apoiar inovadores em momentos de dificuldade. “Esses países estimulam a comunidade científica a dar as respostas que os setores produtivos buscam para reformular processos que visam maior competitividade”, acentuou, lembrando que, em Goiás, a inovação tecnológica, mais do que nunca, está na ordem do dia do governador Marconi Perillo que reafirmou, recentemente, a necessidade de se alinhar pesquisa e conhecimento científico ao setor produtivo como caminho seguro para consolidar o processo de alavancar a economia goiana.

José Eliton destacou, ainda, que o governo tem implementado importantes ações de inovação, por meio da transferência de tecnologia, qualificação profissional para atender a diferentes setores e fomento a pesquisas em empresas goianas. “Esses esforços caminham lado a lado com as ações que visam dotar o estado da melhor e mais estruturada logística, a fim de atrair e fixar novos investimentos”, acentuou.

Mas a hora, agora, é de inovar. Embora Goiás venha apresentando indicadores econômicos favoráveis em relação à economia nacional e tenha se tornado referência em desenvolvimento, conforme ressaltou o vice-governador e secretário José Eliton, é preciso avançar ainda mais. “O programa que o governador Marconi Perillo lançará esta semana é o maior programa de inovação tecnológica do país, com investimentos da ordem de R$ 1,5 bilhão em ações estratégicas para até 2018”, disse.

As ações do Inova Goiás, segundo José Eliton, foram planejadas com foco na sustentabilidade financeira e fiscal, de forma a garantir a efetividade dos investimentos, cujos recursos estão vinculados ou têm origem em fundos constitucionais. São ações que irão contemplar tanto a promoção da inovação tecnológica no setor produtivo quanto na esfera do setor público. “O programa reúne diretrizes de curto prazo e perfeitamente exequíveis, para fazer de Goiás, até 2018, um dos três estados brasileiros que mais investem em inovação”, destacou.

Outro ponto ressaltado pelo vice-governador e secretário José Eliton refere-se à abrangência do plano que envolverá vários organismos da administração pública estadual, sendo coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico que reúne as instâncias responsáveis pela definição de políticas públicas para os diferentes setores da economia.

O Inova Goiás propõe, entre outras grandes estratégias, a criação de uma plataforma de inovação, a partir da rede de Institutos Tecnológicos do Estado de Goiás (Itegos), que será ampliada e articulada com estruturas de pesquisa para atender prontamente as demandas do setor produtivo. Além de estimular e possibilitar o acesso das empresas goianas a processos competitivos, o programa vai congregar os vários atores do sistema de inovação de Goiás e do País.

“O objetivo é espalhar polos de excelência em inovação em várias regiões do estado, onde atuarão universidades, laboratórios, institutos, colégios tecnológicos, incubadoras e empresas”, afirmou José Eliton. Segundo declarou, a meta do governo é transformar esses centros de excelência em referência nacional e internacional em áreas específicas ao abrir novas rotas para o desenvolvimento.

“Goiás já é o estado que mais gera empregos no País e o propósito do governo agora é alcançar renda per capita compatível com a sua posição no ranking do crescimento econômico”, declarou José Eliton. Isso, segundo ele, significa possibilitar uma maior renda para trabalhadores e melhor qualidade de vida para suas famílias.

Para José Eliton, a maior cooperação entre governo, universidades, instituições de pesquisa e iniciativa privada é uma questão estratégica para desenvolver o estado econômica e socialmente. “É um grande desafio, mas acreditamos nos bons resultados desse ‘pacto pela inovação’, como disse o governador Marconi Perillo”, concluiu.

Fonte: SED-GO

Próximos Eventos