+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Índios xavantes passam por qualificação em agricultura familiar no MT

Índios da etnia xavante da aldeia Belém, em Canarana (830 km ao Nordeste), iniciaram o curso de agricultor familiar do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) ministrado pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec) n o dia 23 de julho. A demanda pela qualificação partiu dos próprios indígenas a Secretaria Municipal de Assistência Social do município, que buscou a parceria com o Estado.

As aulas teóricas e práticas ocorrem dentro da própria aldeia, na escola indígena, que fica a 50 km da sede do município. O que eles aprendem à noite sobre a cultura de frutas nativas e a criação de frangos, eles aplicam nas aulas práticas durante o dia.

“O curso é ministrado por um professor que é técnico agrícola, encarregado dos viveiros e mudas do município e ele faz parte da associação de coletores de sementes e tem uma vasta experiência em agricultura familiar”, explicou a coordenadora do Pronatec da Escola Técnica Estadual de Barra do Garças, Jenaína Nasser.

O curso tem 160 horas de duração, algo em torno de dois meses de duração. São 20 alunos que participam das aulas. Antes mesmo do curso completar uma semana, os indígenas já apresentaram mais pedidos de qualificação.

“Eles querem agora um curso de piscicultura. Outras lideranças de aldeias indígenas já buscaram qualificação por meio de cursos do Pronatec”, disse a coordenadora.

O cacique da aldeia Belém, Cesar Tsereurã, comemorou a realização do curso. “Vocês sempre serão bem-vindos aqui, vão ser bem recebido e fazem parte da família. No final do curso faremos uma festa”.

Fonte: SECTEC-MA

Próximos Eventos