+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Inácio Arruda será o novo secretario da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará

O governador eleito Camilo Santana anunciou na última segunda-feira (29/12) os nomes que irão compor o novo secretariado de sua gestão (2015-2018). O senador Inácio Arruda foi indicado por Camilo para a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

De acordo com Inácio Arruda, o desenvolvimento do Ceará depende muito do êxito da pesquisa científica e da tecnologia. “Aceitei o honroso convite do governador Camilo para conduzir a importantíssima pasta da Ciência e Tecnologia. Uma grande missão!”, afirmou.

A ideia é que sejam fortalecidas as parcerias entre Secitece e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que terá como novo ministro Aldo Rebelo.

Em seu trabalho no parlamento, Inácio Arruda defendeu maiores investimentos para o desenvolvimento de tecnologias e implantação de polos de energias renováveis no País, valorizando o potencial brasileiro e cearense para a geração de energia eólica e solar. Foi o coordenador do grupo de trabalho da Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, que elaborou o projeto de lei do marco regulatório para os biocombustíveis.

Durante todos os anos que atuou no Congresso Nacional, Inácio destinou recursos de emendas parlamentares para fortalecer entidades como o Instituto Federal do Ceará (IFCE), Universidade Regional do Cariri (Urca), Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Federal do Ceará (UFC), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto de Ciências do Mar – Labomar/UFC, dentre outras ligadas à pesquisa científica, avanços tecnológicos e ensino superior. Relatou o projeto que garantiu a criação da Unilab e a Universidade Federal do Cariri.

Inácio apresentou o Projeto de Lei 48/2014, que garante incentivos à autoprodução de energia elétrica a partir da microgeração e minigeração distribuída, que utilizem fontes com base em energia hidráulica, solar, eólica, biomassa e cogeração qualificada. Defendeu maiores investimentos na química verde, que tem preocupação com o desenvolvimento científico de forma sustentável.

O Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado neste ano, incluiu emenda de Inácio estimulando a expansão e reestruturação das instituições de educação superior estaduais e municipais, cujo ensino seja gratuito, por meio de apoio técnico e financeiro do Governo Federal. O número de universidades estaduais e municipais elegíveis para o recebimento de apoio técnico e financeiro da União foi ampliado.

Inácio Arruda foi vereador na capital cearense, em 1988. Na Câmara de Fortaleza, apresentou o maior número de emendas à Lei Orgânica, entre elas a que garante a meia passagem dos estudantes nos transportes públicos. Eleito em 1990 para a Assembleia Legislativa do Ceará, teve seu mandato marcado pela presença assídua e destacada nas mobilizações populares e por uma intensa e criativa atuação em plenário. Em 1994, elegeu-se deputado federal, sendo reeleito em 1998 e 2002.

Fonte: SECITECE-CE

Próximos Eventos