+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Implantação de Parque Tecnológico vai fomentar criação de empresas no Tocantins

Em 2012, o Conselho de Desenvolvimento Econômico do Tocantins aprovou a liberação de recursos destinados à contratação da Fundação Certi, a fundação mais conceituada do Brasil na implantação e gestão de parques tecnológicos, para realizar um estudo de viabilidade e consultoria para implantação do projeto no Estado.

O Parque Tecnológico do Tocantins será implantado a partir de Parceria Público Privada, construída por meio de uma Sociedade de Propósito Específico. O Governo do Estado e Prefeitura de Palmas investirão na área, estudos de viabilidade, compromissos com licenciamentos necessários e direcionamento do projeto. Paralelamente a esse trabalho, os poderes públicos municipal e estadual se engajarão na prospecção de investidores que estão buscando áreas no país para investimentos inovadores.

A prospecção de investidores para o Parque Tecnológico já está sendo realizada através do projeto ‘O Brasil no Tocantins’ realizado pela Sedecti, que busca investidores nacionais e internacionais através de diversas estratégias. “Em ações já realizadas o projeto do parque foi apresentando e despertou grande interesse por parte desses investidores, principalmente nas áreas de energias renováveis, agrotecnologia e tecnologia de informação e comunicação”, afirmou o secretário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Massuia, durante reunião em Florianópolis.

O Parque será implantado em uma área próxima a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e ao novo prédio da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins). A área é integrada também ao setor empresarial visto que está localizada no anel viário que liga a ponte à TO-080, rodovia que dá acesso a dois dos distritos industriais de Palmas: o Tocantins I – ASRNE 55 e o Tocantins II – ASRNE 65. A escolha foi do Governador Siqueira Campos, que seguiu a orientação técnica da Fundação Certi.

 Projeto impactará também municípios de Gurupi e Araguaína

Paralelamente a implantação do Parque Tecnológico o Governo do Estado apoiará a implantação de centros de tecnologia e incubadoras de empresas nas cidades de Gurupi e Araguaína, escolhidas por possuírem universidades e comunidade acadêmica com condições para desenvolver projetos de empresas tecnológicas.

A Sedecti já possui recursos liberados no valor de R$ 8,3 milhões, por meio de convênio com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), para construção de laboratórios e aquisição de máquinas e equipamentos a serem instalados na Unitins, Unirg e UFT, nos pólos de Palmas e Araguaína. O direcionamento dos trabalhos nessa área conta com a parceria das instituições de pesquisa do Tocantins, Unitins, Fundação de Amparo a Pesquisa do Tocantins (Fapt) e Fundação de Amparo a Pesquisa (Fapto), vinculada a UFT.

Entenda o Parque Tecnológico

O conceito de Parque Tecnológico reúne em um único ambiente: estrutura e apoio institucional necessários para que empresários e pesquisadores de diversas áreas construam juntos projetos e produtos inovadores para governos e empresas. A atuação de um parque tecnológico tem duas frentes: criação de novas empresas através do conhecimento dos pesquisadores de universidades e atração de empresas que se instalam no parque em busca de desenvolvimento tecnológico, econômico e social.

Também participaram da visita ao Parque Tecnológico em Florianópolis, o prefeito de Palmas Carlos Amastha, secretários de governo e os procuradores do Estado, Rodrigo de Menezes dos Santos e João Cavalcante Gonçalves Ferreira, que se reunirão com equipe jurídica da fundação Certi em busca de orientações sobre a formatação da Sociedade de Propósito Específico para este fim.

Fonte: SEDECTI – TO

Próximos Eventos