Giro nos Estados

Governo inaugura Casarão Tecnológico para incentivo à inovação e empreendedorismo no MA

O empreendedorismo digital e a inclusão social de jovens e adultos maranhenses ganharam um novo espaço em São Luís. Na sexta-feira (19), o governador Flávio Dino inaugurou o primeiro hub de inovação do estado. O centro irá abrigar e conectar startups e incentivar o desenvolvimento tecnológico e empresarial do Maranhão.

Na ocasião, o governador também formalizou o início das atividades da Rede Maranhense de Inovação e Tecnologia, formada por diversas instituições, que tem como objetivo estimular a pesquisa e inovação tecnológica no estado.

“É um hub que reúne as empresas de inovação, empresas que estão começando, as chamadas startups, empresas que estão aqui recebendo apoio para o seu desenvolvimento, para sua difusão, para outras empresas que queiram conhecer e contratar seus serviços, ao mesmo tempo em que aqui há o espaço físico para que elas possam basear suas atividades”, explicou o governador.

Ele também comentou a importância do local de instalação do novo investimento: “Aqui inauguramos o Museu do Reggae nessa semana e o Casarão Tecnológico agora, mostrando a nossa preocupação de que o Centro Histórico seja cada vez mais vivo, tenha cada vez mais a presença de pessoas, que venham para cá trabalhar, conviver e com isso a gente valorize essa importante dimensão do povo do Maranhão”.

O Casarão Tech Renato Archer, localizado na Rua da Estrela, é uma iniciativa do Governo do Estado executada por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O projeto integra o programa Inova Maranhão.

Hub

Foto Igor Santana
Criado para abrigar e gerar conexões no ramo das startups, o primeiro hub de tecnologia do Maranhão possui um espaço destinado para 67 empreendimentos, do tipo aprovado na primeira fase do edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) nº 034/2017. Além disso, há salas de coworking, laboratórios, dentre outros espaços.

O secretário titular da Secti, Davi Telles, destacou que são investimentos integrados para criar uma política de desenvolvimento tecnológico.

“O Casarão Tech Renato Acher é um dos vetores de uma estratégia maior, que é o Programa Inova Maranhão, uma das 65 propostas de governo do governador Flávio Dino e o objetivo principal é exatamente fortalecer a economia, o ecossistema de inovação e tecnologia no Maranhão”, explicou.

Sobre o funcionamento da casa, Telles informou que o espaço servirá para “acelerar protótipos e projetos de startups, uma área da economia no mundo que movimenta bilhões de dólares”.

Conexões

Para quem está sendo beneficiado com o projeto, o Casarão vai suprir tanto as necessidades de espaço físico como servir de referência para futuros negócios dos empreendedores e de troca de experiências.

“Fomos beneficiados com o primeiro edital da Fapema, em 2015, também fomos selecionados no de 2017, já recebemos o apoio financeiro e o espaço físico era o que nos faltava para a gente trabalhar, usar como sede”, comentou Eduardo Araújo, que desde 2015 mantém uma plataforma de gerenciamento de serviços de diaristas.

Para o empreendedor, é uma oportunidade de desenvolver o negócio. “Por ser um espaço colaborativo, a gente pode se unir a vários outros empreendedores e a partir da vivência de cada um, ver o que deu e não deu certo e isso agrega para cada uma das startups”, completou Eduardo.

Homenageado
Foto Igor Santana

O primeiro hub do Maranhão homenageia um maranhense. Renato Archer foi vice-governador do Maranhão, Ministro das Relações Exteriores, Ministro da Previdência Social e o primeiro Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil.

Homenageado por diversas instituições de todo o país, o maranhense, que teve importante papel em lutas democráticas e populares, dá nome ao Casarão Tech Renato Archer, homenagem gratificante para a filha dele, Alexandra Acher.

“Ele foi o primeiro ministro da Ciência e Tecnologia e foi uma pessoa que, sobretudo, desde sempre, atuou defendendo a importância da ciência. Meu pai estaria no céu de felicidade e orgulho do Maranhão”, comentou Alexandra Acher.

Inovação

O Programa Inova Maranhão fomenta a criação de empresas de base tecnológica e estimula a inovação nas empresas maranhenses por meio de editais da Fapema e processos de pré-aceleração, aceleração e incubação de empresas.

Busca, também, o desenvolvimento de estudos e implantação de laboratórios para instalação de Parque Tecnológico do Maranhão, o qual tem como foco o setor aeroespacial e os nano satélites.

Fonte: SECTI-MA

Próximos Eventos