+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Governo fortalece programas de pós-graduação no Acre

A pós-graduação é um processo de capacitação acadêmica e científica destinada àqueles que já possuem o diploma de nível superior. Com o objetivo de melhorar o número de pós-graduados e os programas de pós-graduação do Acre, o governo do Estado reuniu diversas instituições educacionais e técnicas em nível estadual e federal nesta quarta-feira, 20, na Universidade Federal do Acre (Ufac), para discutir o tema, encontrar caminhos e apresentar a proposta de um seminário que trate o assunto mais profundamente.

Estiveram representantes da Secretaria de Ciência e Tecnologia, Fundação de Amparo à Pesquisa, Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Embrapa, Univerdidade Federal do Acre (Ufac) e Instituto Federal do Acre (Ifac). O objetivo do encontro é principalmente o de encontrar maneiras de fortalecer os programas de pós-graduação existentes atualmente e verticalizar o sistema para que surjam doutorados. Segundo o secretário de Ciência e Tecnologia, Marcelo Minghelli, é imprescindível fortalecer para que mais pessoas cheguem ao doutorado. “Assim, criamos um sistema de desenvolvimento de ciência e tecnologia no Estado.”

Atualmente, só a Ufac apresenta programas de pós-graduação públicos – seis no total, todos de mestrado. Já há planos de aumentar esse número em mais três mestrados e dois doutorados. As propostas já foram encaminhas à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), esperando apenas a aprovação e financiamento. Já o Ifac possui um programa de doutorado próprio em andamento, que irá graduar 25 de seus servidores em parceria com a FioCruz.

Um dos desafios é encontrar recursos para esse fortalecimento. Segundo Marcelo Minghelli, a formação de cada doutor custa de R$ 250 a R$ 300 mil aos cofres da União. A otimização de recursos é fundamental para a ampliação dos programas.

Para o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa, Pascoal Muniz, apoiar projetos de desenvolvimento, buscar as bolsas de estudo e financiar as pesquisas são os pontos chaves para esse avanço. “Queremos dar ênfase à inovação tecnológica. Mais pós-graduados representam mais investimentos em suas áreas de atuação e um mercado mais competitivo”, completa Pascoal.

Também está sendo organizado um seminário sobre pós-graduação, sem data marcada, mas provavelmente para o mês de abril. O seminário irá apresentar projetos, dar voz aos pós-graduandos, e irá contar com a participação do presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães. O encontro com o presidente da Capes foi articulado pelo deputado federal Sibá Machado.

Fonte: Notícias do Acre

Próximos Eventos