+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Governo do Estado investe R$ 2,2 milhões na implantação do TecnoUnisc

O titular da Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT), Cleber Prodanov, participou na última terça-feira (18), em Santa Cruz do Sul, do lançamento da pedra fundamental para a implantação do TecnoUnisc, que receberá investimento de R$ 2,2 milhões do Governo do Estado. A primeira unidade do projeto irá sediar um Centro de Excelência em Produtos e Processos Oleoquímicos e Biotecnológicos.

“Não estamos lançando a pedra fundamental de um prédio, e sim o espírito do desenvolvimento, feito a partir das necessidades locais. Estamos compartilhando este momento histórico para Santa Cruz do Sul, que irá, sem dúvida, mudar o panorama econômico e social da região”, afirmou Prodanov.

Os recursos são originários do RS Tecnópole, por meio do Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos (PGTec), voltado ao fomento e a criação de ambientes de inovação e de pesquisa no Estado. O TecnoUnisc  é o segundo parque tecnológico, dos 15 credenciados na SCIT, que tem sua implantação iniciada na atual gestão. Nos últimos dois anos, foram investidos R$ 24,5 milhões e, a meta, é aportar R$ 50 milhões até 2014. O Rio Grande do Sul conta, ainda, com três parques já consolidados: Tecnosinos, Tecnopuc e Valetec.

O reitor da Unisc, Vilmar Thomé, destacou que essa é uma ação que estabelece uma relação direta da instituição com o Poder Público e com os segmentos empresariais. “É um dia especial que marca o início de uma ação que representa investimentos para o desenvolvimento tecnológico para a região”, frisou.

Projeto 
O projeto para a implantação do TecnoUnisc foi idealizado, em 2006, quando se iniciou a participação ativa da Universidade de Santa Cruz do Sul na proposição, planejamento e busca por recursos externos para a concretização desta proposta na região do Vale do Rio Pardo.

Após a construção do prédio, junto ao Bloco 50, da primeira de várias etapas programadas para a implantação do TecnoUnisc, serão adquiridos os equipamentos para o funcionamento do Centro de Biotecnologia e Oleoquímica. Os recursos para essa etapa somam cerca de R$ 4 milhões, além de contrapartida da Universidade. O custo total do investimento chega a R$ 5 milhões.

Fonte: Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento do Rio Grande do Sul

Próximos Eventos