+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Governo do Estado destina 4.7 milhões a projetos de pesquisa desenvolvidos no MS

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia) pagou nesta sexta-feira (30) cerca de 4.7 milhões de reais em projetos de pesquisa desenvolvidos nas Instituições de Pesquisa do Estado.

Além disso, por conta da pandemia do novo coronavírus, todos os projetos em vigência foram prorrogados por ofício, garantindo sua execução pelos pesquisadores responsáveis.
A boa notícia vem para encerrar a semana de atividades desenvolvida pela Semagro com a “Semana Nacional de Ciência e Tecnologia” e para coroar os excelentes resultados que Mato Grosso do Sul vem alcançando no ranking de competitividade entre os Estados.

“Nesta semana, na qual foi publicada pelo Governo Federal a Política Nacional de Inovação, temos a honra de ser o 5º estado em inovação, o terceiro em empreendimentos inovadores, e o mais bem colocado entre todos os estados do país no quesito bolsas de mestrado e doutorado. Unindo esforços entre Governo do Estado, Semagro e Fundect, regularizamos todos os pagamentos de projetos vigentes garantindo a pesquisadores e bolsistas a tranquilidade para desenvolverem seus projetos e fazer com que a ciência gere resultados em benefício da população sul-mato-grossense”, afirmou o Secretário de Estado, Jaime Verruck.

De acordo com o diretor-presidente da Fundect, Márcio Pereira, o Governo de Mato Grosso do Sul reconhece o investimento em Ciência, Tecnologia e Inovação como prioritário para o desenvolvimento de nosso Estado.

“Os investimentos irão garantir a continuidade de pesquisas nas mais diversas áreas do conhecimento. O atual momento em que estamos vivendo deixou ainda mais claro o quanto o fomento da ciência é fundamental para o desenvolvimento de uma nação. Temos certeza que este investimento que o Governo do Estado vem fazendo irá se transformar muito brevemente em melhorias da qualidade de vida das pessoas, por que ciência é isso”, conclui Márcio.

Fonte: FUNDECT MS

Próximos Eventos