Giro nos Estados

Governo do Espírito Santo apoia a formação de instrutores regionais de xadrez

Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (Sectti), apoia a realização do I Curso de Instrutor Regional de Xadrez, realizado pela Federação Espírito Santense de Xadrez ( FESX). O curso será no auditório da Sectti, nos dias 20, 21 e 22 de julho e vai capacitar professores e profissionais de diferentes atuações para o exercício da instrução do jogo de xadrez.

A Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) também participa do projeto e vai certificar os instrutores. Os formandos serão capacitados para a orientação técnica de treinamento competitivo, além de metodologias básicas para o exercício da instrução, aliada ao desenvolvimento pedagógico de habilidades cognitivas. O curso terá a carga horária de 20 horas, com atividades na sexta, sábado e domingo nos turnos matutino e vespertino e avaliação no domingo à tarde.

De acordo com o presidente da Fesx, Jonair Pontes , trata-se de uma grande oportunidade devido à demanda crescente para o ensino de xadrez em escolas, clubes, instituições e empresas. “As organizações estão percebendo que é vantajoso e lucrativo investir no desenvolvimento de uma cultura de raciocínio e isso abre uma oportunidade de emprego e renda ou melhoria salarial para os instrutores”, afirma o presidente da Fesx, Jonair Pontes.

De acordo com o secretário da Sectti, Jadir Péla, é uma satisfação apoiar a execução de uma atividade tão importante para a difusão do jogo de xadrez no Estado. Ele lembrou que a secretaria tem realizado em algumas comunidades a Taça Estado Presente de Xadrez, que tem despertado a curiosidade e o interesse de mais capixabas por este jogo, que também é considerado como ciência e arte.

Na Semana Estadual de Ciência e Tecnologia também realizamos uma simultânea, quando o campeão estadual jogou contra mais de 100 jogadores ao mesmo tempo. Têm sido frequentes as boas referências do jogo de xadrez no Estado. No mês passado, o projeto Xadrez que Liberta, executado pela Secretaria de Estado da Justiça nos presídios capixabas, foi reconhecido na ONU – Organização das Nações Unidades – como o melhor projeto socioesportivo do mundo, através do Prêmio Spirit Of Sports, concedido pelas entidades organizadoras mundiais, como Fifa e Comitê Olímpico Internacional.

A premiação abre um precedente de incentivo à política pública de difusão do jogo de xadrez, explicou o presidente da Federação, Jonair Pontes: “O projeto é instalar uma unidade do “Xadrez que Liberta” em diversos presídios femininos em todo mundo. Vamos precisar de muitos instrutores para este desafio”, afirmou o presidente. Há poucas vagas disponíveis. O interessado em participar do curso de Instrutor Regional de Xadrez deverá enviar mensagem eletrônica para o presidente da federação capixaba, através do e-mail jonairpontes@gmail.com e solicitar informações sobre os procedimentos necessários.

Fonte:  Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (Sectti) – Espírito Santo

Próximos Eventos