Giro nos Estados

Governo de SP abre institutos de pesquisa para instalação de centros de inovação privados

O governo do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 31, um programa de parceria entre o setor público e privado para conectar startups, pesquisadores e órgãos governamentais. O “IPT Open Experience” vai abrir os campus do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), ligado a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico (SDE), para empresas instalarem seus próprios centros de inovação ou participarem de hubs.

A iniciativa vai envolver startups, clientes, fornecedores, universidades, centros de pesquisa, investidores, pesquisadores e órgãos de governo no mesmo ambiente. A meta do programa é gerar novos produtos e soluções inovadoras por meio da conexão entre todos os elos da jornada da inovação em um único local. O programa é aberto para empresas de todos os portes.

O programa faz parte da primeira fase do projeto CITI – Centro Internacional de Tecnologia e Inovação, o mais avançado ambiente e atmosfera de criatividade do Brasil, que tem como foco o desenvolvimento e aplicação de tecnologias de hardtech (alta intensidade tecnológica).

O IPT Open Experience vai funcionar de duas maneiras:

• Centros de P&D – Onde as empresas com atividades em P&D terão a oportunidade de criar centros próprios de pesquisa aplicada, em qualquer área de atuação, conectados à infraestrutura de tecnologia e negócios do IPT.

• Hubs de Inovação – Ambiente de inovação aberta criado para solucionar desafios tecnológicos das empresas por meio da interação com startups, pesquisadores, universidades, órgãos de governo e outros atores do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação. Serão oferecidos diversos suportes para captar fomento à inovação, estruturação de projetos tecnológicos, envolvimento de instituições científicas parceiras, uso de laboratórios, qualificação profissional, espaço físico, busca de startups para projetos, dentre outros serviços.

O objetivo do IPT Open Experience é tornar-se o principal catalizador dos desafios de inovação das empresas, conectando suas demandas com as soluções tecnológicas do IPT e de uma ampla rede de instituições parceiras como USP, ITA, Unicamp, Unesp, Unifesp e Hospital das Clínicas.

Indústria 4.0

O IPT lembra que, em parceria com o Fórum Econômico Mundial e com o Ministério da Economia do Brasil, inicia em agosto a implementação de um projeto piloto para a adoção de tecnologias da 4ª revolução industrial em pequenas e médias empresas para aumento de produtividade. Esta parceria é o primeiro passo para que São Paulo receba a filial do Centro de 4ª Revolução Industrial do Fórum Econômico Mundial.

Fonte: TI Inside

Próximos Eventos