+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Governo de Sergipe expande as ações em Ciência e Tecnologia e Inovação

Sergipe conquista destaque nos cenários da Ciência, Tecnologia e Inovação (C, T &I) com as ações da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec).  Em 2012 a Fundação apresentou uma expansão significativa na sua execução orçamentária, atingindo o montante de R$ 15,9 milhões, o que corresponde a um crescimento superior a 65% ao valor verificado em 2011, quando a execução foi de R$ 9,6 milhões.

Execução Orçamentária da Fapitec

Gráfico: Execução Orçamentária Fapitec

É relevante destacar que o crescimento na disponibilização de recursos para CT&I acontece por conta de dois fatores. Em primeiro lugar, o Governo Estadual manteve o compromisso com os investimentos no fomento a CT&I, ao investir R$ 4,8 milhões, em 2012. Em segundo lugar, deve-se a acelerada execução de recursos federais, que atingiu o montante de R$ 11,1 milhões, em 2012, crescendo mais de 100% em relação ao ano anterior. De acordo com o diretor presidente da Fapitec, José Ricardo de Santana, esse avanço somente foi possível em função dos recursos captados em convênios assinados em anos anteriores, que foram alocados em projetos aprovados e contratados pela Fundação.
Diretor-Presidente José Ricardo Santana. Foto: Jairo Andrade

Os programas da FAPITEC são lançados por meio de Editais, onde é feita a seleção das propostas. Entre a captação dos recursos por meio dos convênios e a efetiva execução dos recursos nos projetos contratados, há um espaço de tempo que frequentemente corresponde a um ano fiscal para o seguinte. “Nesse sentido, é importante, nessa área, o compromisso do Governo com a manutenção dos programas, que apresentam resultados em médio e longo prazo”, ressalta José Ricardo de Santana.

Desde 2009 a Fapitec mantém uma média de lançamento de 14 editais. Anualmente, a Fundação apoia cerca de 250 auxílios e 450 bolsas de estudo para projetos desenvolvidos em Sergipe. “O desafio da Fapitec não é apenas manter os recursos, mas consolidar os programas tais como: bolsas de estudos, pesquisa científica, pesquisa em políticas públicas, pesquisa tecnológica de inovação e divulgação cientifica” reconhece o diretor presidente.

Secretário Saumíneo Nascimento. Foto: Vieira Neto

Segundo o secretário do Sedetec, Saumíneo Nascimento, os avanços da Fapitec na execução orçamentária e na efetividade dos trabalhos desenvolvidos, refletem a competência técnica da equipe e o compromisso do Governador Marcelo Déda com a comunidade científica sergipana. “Estes resultados também serão importantes na lógica do atendimento da demanda que o setor empresarial instalado em Sergipe tem apresentado por mão de obra e por inovações”, completa.

Fonte: SEDETEC_SE

Próximos Eventos