+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Governo de Alagoas mobiliza empresários para implantação do Polo de Tecnologia da Informação

Com recursos próprios e de parcerias nacionais e internacionais, investimento na construção e projetos estruturantes está orçado em R$ 15 milhões

Unindo o empenho dos gestores públicos nas ações de fomento para o desenvolvimento econômico e social e o forte potencial econômico de Alagoas, a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) constrói, junto com os empresários da Tecnologia da Informação (TI), o projeto do Polo Tecnológico da Informação, Comunicação e Serviços (Tics). Para a construção do prédio, no bairro do Jaraguá, e os projetos estruturantes que darão sustentabilidade ao empreendimento serão investidos aproximadamente R$ 15 milhões.

O Polo de Tics terá os objetivos estratégicos de incubar, fomentar e atrair empresas do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O polo será instalado em um prédio de aproximadamente 5.500 m², contendo quatro pavimentos, onde serão disponibilizados um auditório com capacidade para 400 pessoas; área de convivência com restaurante; salas para micro, pequenas e médias empresas do segmento e salas coletivas para micro empreendedores, incentivando a revitalização urbana da área.

De acordo com o secretário Eduardo Setton, além do projeto de construção do Polo de Tics, o Governo também garantiu, por meio do Banco Mundial, recursos para os projetos estruturantes desse polo tecnológico.

“Desde a disponibilização e empenho do Governo de Alagoas, em 2007, e o envolvimento de empresários e entidades estratégicas o projeto tem avançado. O projeto arquitetônico já foi concluído e, em breve, iniciando a construção dos projetos de engenharia, já criamos a identidade e referência do polo. Não precisamos, porém, esperar a finalização da construção do prédio, pois as políticas e articulações já podem ter início. Para isso, é necessária a participação direta do empresariado”, explicou Setton.

Encontro

Reunindo mais de 80 empreendedores do setor de Tecnologia da Informação de Alagoas, gestores do Governo debaterem na última terça (3) a implantação, onde empresas e instituições envolvidas nesse formato de gerência construirão um sistema de serviços e soluções em TIC. O encontro foi coordenado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação e pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação Regional Alagoas (Assespro).

O secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação expôs os detalhes técnicos do projeto, como custos de obra e montagem e estrutura organizacional, que será gerido pela Fundação do Parque Tecnológico Social de Alagoas, sendo esta a instituição que reúne os outros polos tecnológicos.

Também foi destacada a realização da capacitação de profissionais e a disponibilização de bolsistas para as empresas participantes, reunindo forças ao programa de capacitação em TI, que atenderá mais de sete mil pessoas em todo o Estado pela Secretaria do Trabalho e Qualificação Profissional.

O empresário Jean Paul evidenciou os avanços dos últimos anos na implantação do Polo de Tics, como a definição do projeto arquitetônico, que nasceu devido à mobilização dos empresários do setor e o apoio das instituições do setor produtivo e do Governo de Alagoas. “Acreditamos que o mercado de TI é um importante instrumento para o desenvolvimento de Alagoas”, evidenciou Jean Paul.

O presidente da Assespro, Cláudio Romeiro, defendeu a necessidade do fortalecimento da associação. Outra questão levantada por ele é a participação efetiva dos empresários nas discussões das políticas em benefício do segmento. Dentro das propostas, o presidente afirmou que a entidade finalizou uma pesquisa sobre o empresariado e seus produtos e a divulgará em breve.

Dentre os depoimentos sobre o andamento positivo do processo de implantação do Polo de Tics, o empresário João Kepler destacou o avanço do projeto e parabenizou as políticas de fomento. “Esse setor apresenta forte potencial de expansão e se faz necessário colocar o Estado de Alagoas no circuito do mercado”, afirmou.

Além da implantação do próprio polo e das políticas de fomento, os empresários também receberam informações quanto às linhas de financiamento para esse segmento pela Agência de Fomento do Estado, a Desenvolve. A entidade esteve representada pelo presidente, Antonio Carlos Quintiliano, e pelo diretor Fábio Leão.

PDTIC

Dentre as propostas apresentadas, o secretário Eduardo Setton destacou que o perfil do serviço de TI utilizado nos órgãos públicos estaduais e as necessidades de funcionamento do fluxo de alguns processos foram identificados com a elaboração, no ano passado, do Plano Diretor de Tecnologia da Informação e das Comunicações de Alagoas (PDTIC).

O PDTIC foi construído de forma participativa por representantes das secretarias estratégicas nessa área, como a própria Secti, a Secretaria da Gestão Pública, Secretaria da Educação e Esportes, Secretaria da Fazenda. Esse processo foi coordenado pelo Instituto de Informática e Informação de Alagoas (Itec).

“O que temos hoje sendo apresentado foi construído por muitos, é fruto do trabalho sério e intenso. O governo de Alagoas está junto e engajado, pois há outras ações importantes nesse segmento acontecendo que fortalecerão esse segmento no estado”, disse o superintendente da Secretaria do Planejamento, Thiago Ávila.

O diretor da Secti e coordenador do projeto do Polo de TICS, Adeilto Lima, cita que o governo está cada vez mais dedicando investimentos e atenção para a implantação da cultura de inovação em Alagoas. “O Pappe Integração Inova AL, convênio entre a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), está rendendo bons frutos e teve a participação forte do empresariado de TI de Alagoas. O PAPPE teve o investimento total no valor R$ 2 milhões”, disse.

O encontro teve a participação efetiva de representantes da Fundação Estadual de Amparo à Pesquisa (Fapeal), Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA), Sebrae, Secretaria do Planejamento, Universidade Federal de Alagoas (Ufal), dentre outras instituições.

Fonte:

Próximos Eventos