Giro nos Estados

Governo dá aval para o início do projeto Pernambuco Conectado

Está disponível no SEI (Sistema Eletrônico de Informação do Governo do Estado), o resultado do Projeto Pernambuco Conectado. O  relatório da Comissão de Licitação comprovou a capacidade técnica de entrega de serviços de telecomunicação de diversas empresas, entre elas o Consórcio Pernambuco Inovador, formado pelas empresas Embratel/Claro, Primesys e Smart Network (Lote 1- Rede de Dados), Telemar Norte Leste (Lote 2- Telefonia Fixa), Claro (Lote 3- Telefonia móvel), Consórcio Pernambuco Inovador, formado pelas empresas Claro e Primesys (Lote 4- Internet) e Smart Network (Lote 5- Internet).

Após uma criteriosa análise, toda a documentação das referidas empresas foi validada. Com a homologação por parte da Secretaria de Administração e a liberação do Tribunal de Contas, a nova estrutura técnica já começará a ser instalada em Pernambuco. Os novos contratos trarão uma significativa redução de gastos para o Estado que, anualmente, poderá economizar cerca de R$ 200 milhões com os serviços de telecomunicações.

O projeto da Embratel prevê entrega de:

Acessos dedicados: mais de 3.600 circuitos com sistema de segurança Embratel.

LTE Privado: 4.000 chips com tecnologia 4G para rede privada de telefonia móvel

Telefonia móvel: 25.000 linhas

Celulares: Mais de 15.000 aparelhos

Telemetria: Mais de 20.000 linhas

WiFi interno: 12.500 pontos de acessos para utilização interna em diversos órgãos do Governo.

Wi-Fi externo: 2.950 pontos de acessos para uso em praças e locais públicos.

Comunicação Unificada: 15.000 pontos.

Serviços de telefonia fixa: 29.263 ramais.

Contact center: Infraestrutura de telefonia fixa, Distribuidor Automático de Chamadas (DAC), Gravação e Unidade de Resposta Audível (URA) em 620 pontos.

Operação integrada para monitorar mais de 80.000 itens tecnológicos

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos