Giro nos Estados

Governador do MS assina autorização para contratar 95 projetos de pesquisa e inovação

O governador Reinaldo Azambuja participa da assinatura de autorização para contratação de 95 projetos de pesquisa e inovação, totalizando R$ 10,5 milhões de investimentos em Mato Grosso do Sul.

A assinatura ocorre durante a reunião do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso do Sul, que acontece amanhã a partir das 9h, no auditório do Crea-MS, com a presença do Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

Os programas Pronex (Programa Núcleos de Excelência), PPP (Programa Primeiros Projetos) e Pronem (Programa Núcleos Emergentes) são parcerias entre a Fundação de Apoio ao Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado (Fundect) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Já o Tecnova (Programa de Inovação para as Micro, Pequenas e Médias Empresas) é uma parceria entre a Fundect, o governo do Estado e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Projetos

O Pronex terá contratados seis projetos totalizando R$ 1,995 milhão. Os Núcleos de Excelência que receberão os recursos estão distribuídos em Corumbá (Embrapa Pantanal), Dourados (Universidade Federal da Grande Dourados e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e Campo Grande (UFMS e Embrapa Gado de Corte).

Com 62 projetos aprovados, totalizando R$2,325 milhões, o PPP destina-se a apoiar jovens pesquisadores do Estado com aporte financeiro para compra de equipamentos e estruturação de laboratórios.

O Pronem é a chamada com maiores recursos de investimentos no valor global de R$ 4,275 milhões para o fortalecimento de 20 grupos de pesquisa do Estado.

O programa Tecnova vai fomentar o processo de inovação de sete empresas com o objetivo de desenvolverem produtos e processos para os setores estratégicos de Mato Grosso do Sul. “Esta chamada busca aumentar a competitividade e a inovação das micro e pequenas empresas nas áreas de tecnologia e do agronegócio”, destaca o diretor-presidente da Fundect, Marcelo Turine.

Os quatro programas tiveram chamada pública de seleção abertas entre 2013 e 2014, sendo que o resultado final de enquadramento das propostas aprovadas foi divulgado no primeiro semestre deste ano.

A vigência para a execução dos projetos do PPP é de 24 meses, para os programas Pronem e o Pronex a duração é de 36 meses, sendo possível prorrogação por mais 12. Os recursos do Tecnova deverão ser executados em até 24 meses a partir da contratação dos projetos.

Fonte: FUNDECT

Próximos Eventos