Giro nos Estados

GDF e WITSA começam a preparação para WCIT 2016 em Brasília

O GDF teve a primeira reunião oficial com a World Information Technology and Services Alliance (WITSA), instituição representante da indústria mundial da alta tecnologia, para a preparação do World Congress on Information Technology (WCIT) 2016, em Brasília. Este congresso é equivalente à “Copa do Mundo” para os setores de Informação e Tecnologia. Será a 20ª edição do evento e a primeira na América do Sul.

Durante a reunião, a WITSA convidou, formalmente, o GDF para participar do WCIT 2014, marcado para setembro em Guadalajara, México. Nesse sentindo, o governo deverá formar uma delegação com representantes do Executivo e da iniciativa privada. Além de conhecer a dinâmica do evento de perto, o grupo também terá as primeiras conversas com representantes do setor de TI, público e privado, de vários países.

“Trazer o WCIT para Brasília vai estimular as nossas virtudes, para trazer investimentos para o DF, mostrando as oportunidades e o potencial de Brasília e do Brasil. E sobre tudo, a decisão política de Brasília se desenvolver na área de Ciência e Tecnologia”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

Compromissos – Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Glauco Rojas, o GDF já cumpriu todos os compromissos administrativos para a recepção do evento. Além disso, em uma captação preliminar de patrocínios, o evento recebeu a sinalização de um apoio de US$ 180 mil da Embratur e US$ 500 mil da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

“Brasília receber um evento desse porte significa sinalizar para o mundo que aqui existe uma referência na pauta de tecnologia”, completou. A expectativa de público diretamente para o evento é de 2 mil pessoas. Mas para Rojas, o WCIT pode atrair outros eventos e trazer para o DF até 15 mil visitantes de outros países.

Cidade global – O secretário-chefe da Assessoria Internacional do Governo do Distrito Federal, Odilon Frazão, lembrou que atual gestão do GDF determinou uma política para transformar Brasília em uma cidade global e entre as mais competitivas do globo. Dentro desse contexto, a tecnologia da informação é um passo estratégico, na avaliação do secretário.

“Dessa maneira, sediar o maior evento da área da tecnologia da informação no mundo vai contribuir e muito, no sentido que neste período Brasília vai ser a capital do mundo nesse assunto”, comentou.

O secretário-geral do WITSA, Dr. James Poisant, considera que a vinda WCIT abre uma série de oportunidades para Brasília. “Esse evento vai focar toda a atenção do mundo em Brasília, por pelo menos três dias”, declarou. Outro ponto de destaque é a expectativa que o evento possa trazer novos investimentos para o Brasil. Além disso, existe a previsão de um estimulo direto na economia local, a exemplo da hotelaria.

Fonte: SECTI-DF

Próximos Eventos