+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Giro nos Estados

Futuro do Distrito Federal passa pelas escolas técnicas

A realidade profissional e educacional do Distrito Federal passa, obrigatoriamente, pelo ensino técnico. Segundo o Secretário de Ciência e Tecnologia, Divino Valero Martins, Brasília tem de abrigar o que há de mais avançado em tecnologia. “Por isso”, acrescentou, “nosso caminho é o do ensino técnico, como fizeram os tigres asiáticos, principalmente a Coréia do Sul.” A frase foi dita na última sexta-feira (9/7), durante a cerimônia de formatura da Escola Técnica de Ceilândia, durante a qual cerca de 60 alunos receberam seus diplomas de técnicos em Administração e em Informática.

Parques tecnológicos: fonte de empregos
Ao discursar para um auditório lotado, Divino lembrou que a maior prova de que Brasília vai sediar o pensamento nacional está no Parque Tecnológico Capital Digital, no DF Biodiesel e no Parque de Biotecnologia, que o Governo do Distrito Federal está criando. “Só o Parque Tecnológico Capital Digital vai oferecer cerca de 80 mil empregos diretos e indiretos. A Secretaria de Ciência e Tecnologia está atenta também ao problema dos estágios, fase importante na formação de qualquer profissional. E, por isso, nos colocamos à disposição da Secretaria de Educação e das próprias Escolas Técnicas para tratarmos do assunto.”

O Secretário de Ciência e Tecnologia lembrou, ainda, que o Ensino Técnico é um desafio constante para seus mantenedores. “Para muitos, limita-se ao ensino de Informática. Mas nós sabemos que não é tão simples assim”, no que teve o apoio da diretora da Fátima Firmino do Nascimento. “Bem vindos ao mercado de trabalho”, finalizou.

Fonte: Secretaria de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal

Compartilhe:

    Próximos Eventos