+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Fundect promove reunião sobre SIGFAP

Representantes das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que já utilizam o Sistema de Informação e Gestão de Projetos de Pesquisa (SIGFAP) ou que estão em fase de implantação do sistema reuniram-se nesta quarta-feira, 10 de setembro, na sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em Brasília, para participarem de treinamento ministrado por equipe da Fundect e do Laboratório de Engenharia de Software (LEDES) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

O SIGFAP tem como objetivo apoiar o planejamento, gestão, acompanhamento e avaliação de fomento de projetos de pesquisa, automatizando os processos administrativos da FAP por meio de uma plataforma de software, além de permitir o acompanhamento, em tempo real, pelos atores envolvidos.

Dra. Wania Gobbi, assessora jurídica da Fundect, relatou como é o processo jurídico dentro do SIGFAP e respondeu aos questionamentos legais. Os participantes receberam o modelo de novo acordo de cooperação técnica que deverá ser assinado na próxima reunião do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), que acontece nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, em Campina Grande, Paraíba.

Márcio Silva, professor da UFMS e gestor do SIGFAP, apresentou as funcionalidades e módulos gerais do sistema. Silva explicou o que é o SIGFAP e todo o processo de administração do sistema, que se divide nos seguintes módulos: editais, propostas, gerência de avaliação, pesquisadores, bolsas, instituições, gerência financeira, gerência jurídica, correio, usuários, ofícios, relatórios, outros (área do conhecimento, downloads, etc.).

Durante a tarde, os representantes das FAPs puderam apresentar suas dúvidas e demandas para o uso do sistema. Fernando Rech, analista do SIGFAP, também participa da reunião, esclarecendo as perguntas feitas pelas FAPs. O feedback das fundações é muito importante para melhoria do software como um todo.

Segundo os gestores do SIGFAP, a grande novidade é o uso do sistema para selecionar consultores ad-hoc. A ferramenta indica quais pesquisadores têm potencial de acordo com a área da proposta submetida. A funcionalidade ainda está em fase de testes e é resultado de parceria com o campus de Três Lagoas da UFMS.

SIGFAP

Atualmente, um dos desafios da administração pública é atender de maneira eficiente, rápida e satisfatória as demandas crescentes e diferenciadas advindas da sociedade. Os governos têm sido pressionados a apresentar maior eficiência na aplicação do recurso público, maior efetividade nos resultados esperados dos serviços e programas sociais, além de prestar informações e serviços à sociedade de forma transparente e democrática. Porém, tal meta é impossível de ser alcançada sem um processo de informatização das operações internas nos órgãos governamentais.

Neste contexto, o surgimento e a expansão da Internet a partir da década de 90 causaram um impacto significativo na maneira de realizar as tarefas nas mais diversas áreas e, no âmbito da administração pública, deu origem ao chamado Governo Eletrônico (e-Gov). Com as Fundações de Amparo a Pesquisa (FAPs), nos diferentes estados brasileiros, não é diferente.

A utilização integrada das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC) facilita o processo de tomada de decisão, controle, monitoramento e avaliação de políticas públicas, que são desafios do atual cenário mundial. Para auxiliar o diagnóstico, planejamento, gestão e avaliação das diferentes modalidades de apoio, é fundamental o desenvolvimento de sistemas de informação específicos, ou seja, uma solução organizacional e administrativa capaz de permitir soluções aos desafios e problemas criados no ambiente político-social.

Com essa motivação, a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT) e o Laboratório de Engenharia de Software (LEDES) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) iniciaram em 2004 o desenvolvimento de um Sistema de Informação atualmente intitulado Sistema de Informação de Gestão de Fundações de Amparo à Pesquisa (SIGFAP) para gerenciar os projetos de pesquisa e facilitar o trâmite desde a submissão da proposta até a fase de prestação de contas.

Fonte: FUNDECT-MS

Próximos Eventos