+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Giro nos Estados

Fernando de Noronha ganha internet sem fio gratuita

Após anos sofrendo com serviços lentos e dispendiosos, os moradores do arquipélago de Fernando de Noronha, distante 545 km do Recife (PE), finalmente terão acesso a uma conexão à internet pública e de qualidade. O secretário de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, Anderson Gomes, inaugura nesta quarta-feira (7) a rede gratuita sem fio (wireless) na ilha, que irá beneficiar os 3,5 mil habitantes locais, além dos cerca de seis mil turistas que passam todo mês por lá.

O processo de implementação da rede sem fio no arquipélago foi iniciado há três meses pela CMTech Comércio & Serviços de Informática LTDA, empresa vencedora da licitação divulgada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectma) no mês de fevereiro. Ao todo, estão sendo investidos R$ 585 mil na ação, utilizados para a compra e a instalação de equipamentos, análise local de viabilidade técnica (site survey), além de configuração de rede, testes e treinamento de técnicos. A administração da rede ficará a cargo da equipe de Tecnologia da Informação (TI) do arquipélago.

Atualmente, apenas 5% da população de Noronha tem acesso à internet. Com a instalação da rede, serão ofertados inicialmente cerca de 4 megas de velocidade a serem partilhados por todos os usuários, com previsão de chegar a 10 megas nos próximos três meses, o que irá possibilitar a conexão de até mil pessoas ao mesmo tempo a uma velocidade média de 300 Kbps. O sistema, que deverá cobrir toda a extensão de ilha com o padrão Wi-Fi (802.11b), consiste em um programa de controle de acesso à internet totalmente automatizado, não requerendo configuração do PC do cliente. Desta forma, ele proporciona simplicidade para os usuários e tranquilidade para os empreendedores.

Os primeiros 30 dias serão de acesso livre para qualquer pessoa que estiver na ilha. Esse período inicial servirá para um estudo sobre o comportamento da rede. Após essa fase, haverá segmentação na rede, criando login de acesso para moradores e turistas. Os habitantes locais terão acesso à internet pública por meio do número que consta na carteira de identidade de cada morador. Já os turistas, irão receber uma senha a partir da guia de controle migratório, no momento em que fizerem o cadastramento no site da ilha e pagarem suas taxas de permanência. Para eles, o acesso será limitado em até 2 horas por dia, já que a prioridade é para os moradores da ilha. Os empresários e as entidades farão um cadastro para receberem suas senhas.

A instalação da rede sem fio em Noronha irá auxiliar o monitoramento ambiental e o Telecentro Comunitário, com a disponibilização de cursos profissionalizantes em diversas áreas. Também dará suporte ao ensino dos 520 alunos da escola arquipélago; à Educação a distância; e ao projeto professor conectado. Serão 28 professores com acesso ao mundo digital 24 horas por dia. A rede também contribuirá para os serviços da Administração da Ilha.

Fonte: Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco

Compartilhe:

    Próximos Eventos