Giro nos Estados

Feira Científica da Fapitec reúne pesquisas de alunos das escolas públicas e particulares de SE

Foi realizada nesta sexta-feira, 19, no Iate Clube de Aracaju, a Feira Científica da Fapitec, com apresentações de projetos de pesquisas de estudantes das escolas públicas e particulares, do ensino fundamental ao médio, e da Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Artes de Sergipe (Cienart). Na oportunidade, foram premiados os projetos de pesquisa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBICJr), as melhores iniciativas e os vencedores da Olimpíada Brasileira de Física. Também foram apresentados os projetos de Popularização da Ciência, aprovados no Edital FAPITEC/FUNTEC N° 06/2011 das Olimpíadas de Ciências e Projetos de Popularização da Ciência.

A Feira Científica da Fapitec faz parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) que acontece entre os 15 a 21 de outubro, em todo o Brasil, sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Em Sergipe, o evento é coordenado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação do Estado de Sergipe (Fapitec/SE), vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), e as atividades acontecem entre os dias 15 a 19 de outubro.

De acordo com o diretor técnico da Fapitec, Marcelo Mendonça, a Exposição é uma excelente oportunidade para os participantes conversarem sobre Ciência e Tecnologia (C&T). “Nesta iniciativa as crianças além de interagirem, conhecem os projetos de popularização da ciência da Fapitec. É possível perceber a mobilização e o estímulo através do contato direto dos estudantes com os projetos de pesquisa”, observa Marcelo.

Para a professora de Biologia Celular da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Vera Lúcia Feitosa, é importante que os estudantes comecem cedo a ter contato com linguagem utilizada nas pesquisas científicas. “Oriento projetos de pesquisa e observo que os alunos quando são incentivados a se interessam pelos temas científicos. Na exposição, os jovens têm a oportunidade de trocarem informações e conhecimento, além de ficarem sabendo o que está sendo estudado no Estado”, afirma a professora.

O diretor presidente da Fapitec, José Ricardo de Santana, verifica que a iniciativa possibilita que a população e os estudantes possam conhecer e discutir os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e da tecnologia e suas aplicações. “A Exposição é o momento para reconhecer a dedicação dos estudantes nos projetos de popularização da ciência financiados pela Fapitec, em parceria com o CNPq”, observa José Ricardo de Santana.

A estudante do 8º ano da Escola Municipal Presidente Dutra, do município de Nossa Senhora da Glória, Gislene Vieira Silva, afirma que aprendeu muito sobre reciclagem por conta do projeto de pesquisa desenvolvido na escola. “Depois da atividade passei a aproveitar mais os materiais recicláveis. E falo sempre aos meus pais da importância de preservar o meio ambiente. É a primeira vez que venho à Exposição e pretendo participar nos próximos anos”, declara a jovem.

“A cada ano aumenta o número de alunos e instituições de ensino interessados em participar da Exposição Científica da Fapitec. No evento são apresentados os temas científicos por meio de uma linguagem interativa, clara e acessível. A Cienart faz parte da Exposição, trata-se de um excelente momento para interação entre os alunos de instituições particulares e públicas, bolsistas de iniciação científica júnior (PIBICjr) e pesquisadores. A Feira tem como propósito popularizar a ciência. Além disso, os estudantes e professores podem discutir sobre os projetos desenvolvidos nas diversas áreas do conhecimento: artes, exatas, humanas e biológicas”, salienta a coordenadora do Programa de Comunicação Tecnológica da Fapitec, Sônia Maria Prado.

A Cienart é uma iniciativa da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Fapitec, Universidade Tiradentes (Unit), Casa da Ciência e Tecnologia da Cidade de Aracaju (CCTECA) e da Secretaria do Estado da Educação (Seed). O objetivo da Feira é mobilizar professores e alunos em torno de temas e atividades de Ciência, Tecnologia e Artes, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação. “Na Cienart os alunos dos ensinos médio e fundamental aproveitam a oportunidade para discutir sobre os temas relacionados à Ciência e Tecnologia. Além disso, despertar nos jovens a curiosidade e a vontade de atuar em projetos de pesquisa”, ressalta a coordenadora da Cienart, Zélia Macedo.

Fonte: Ascom – Fapitec/SE

Próximos Eventos