+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

FapesqPB apoia o empreendedorismo para exportação na Paraíba

Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba, FapesqPB, é selecionada como entidade parceira da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, a Apex-Brasil para executar o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX). Esse programa vai apoiar o empreendedorismo na Paraíba como um todo, na qualificação de empresas para iniciar o processo de exportação de forma planejada e segura.

Para tanto, o PEIEX na Paraíba contará com o aporte de R$ 700 mil da Apex-Brasil e a contrapartida de R$ 300 mil do Governo da Paraíba. O Presidente da FapesqPB, Roberto Germano Costa, informou que o Núcleo do PEIEX em João Pessoa irá operar no Parque Tecnológico Horizontes de Inovação. “Portanto, já temos o primeiro instrumento para alavancar empresas exportadoras a ser implantado nesse ambiente de Inovação”, anunciou Roberto Germano.

“A Fapesq, sendo uma fundação ligada à Secretaria Estadual da Educação e da Ciência e Tecnologia, integra o ecossistema de inovação do novo Parque tecnológico em implementação na Paraíba. O Núcleo sediado no Parque abrirá oportunidades para novas empresas estarem capacitadas a acessar mercados no exterior, inclusive na área de Tecnologia da Informação e Comunicação, que está no foco de atuação do Parque”, complementou o presidente da Fapesq em entrevista.

Campina Grande também terá um polo do Programa. O programa possibilitará a qualificação de 100 empresas para exportação, sendo 50 pelo Núcleo de João Pessoa e 50 pelo núcleo de Campina Grande. O setor da Cachaça ganha destaque no programa da Apex-Brasil. O Núcleo paraibano terá atendimento especializado para engenhos e produtores da bebida de toda a região Nordeste, no direcionamento ao comércio exterior.

Os estudos realizados pela Apex-Brasil apontaram uma concentração de empreendimentos desse setor no Nordeste. De acordo com o  Anuário da Cachaça 2020, (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a região Nordeste possui 129 estabelecimentos produtores de cachaça registrados e 487 marcas. O município de Areia, na Paraíba, está entre as 10 localidades do país com maior densidade cachaceira. E é na Paraíba onde se situa o maior produtor de Cachaça de Alambique do Brasil, com uma capacidade de produção anual de 6 milhões de litros.

Além desse, “outros segmentos que ainda não exportam poderão se beneficiar da qualificação oferecida pelo PEIEX e, a curto prazo, integrar o esforço exportador paraibano”, conforme informações da Apex-Brasil:

“Em 2019, o valor exportado pela Paraíba posicionou o estado na 25ª colocação entre as unidades da federação brasileira. Uma das explicações é que a pauta exportadora do estado não é concentrada em commodities, pelo contrário, 73% do que a Paraíba vendeu a outros países em 2019 adveio de indústrias de calçados, fios têxteis, sucos de frutas ou verduras e de frutas não processadas.” A Agência enfatiza ainda a força da indústria de software “cuja exportação ajuda no equilíbrio da balança comercial do estado”. Uma das razões pelo desempenho “é que a pauta exportadora do estado não é concentrada em commodities, pelo contrário, 73% do que a Paraíba vendeu a outros países em 2019 adveio de indústrias de calçados, fios têxteis, sucos de frutas ou verduras e de frutas não processadas”.

O PEIEX é implementado em todas regiões do país, por meio de parcerias da Apex-Brasil com instituições de ensino (Universidades, Parques Tecnológicos ou Fundações de Amparo à Pesquisa) ou Federações de Indústria. Na Paraíba, a FapesqPB obteve a maior pontuação entre os candidatos na Chamada 08/2020, sendo constituída a instituição parceira da Apex-Brasil, executora da metodologia PEIEX na preparação de empresas para competirem no mercado internacional.

Fonte: Fapesq PB em 12/03/2021

Próximos Eventos