+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

FAPERJ celebra acordo de cooperação com Embrapii

Um acordo de cooperação celebrado pela FAPERJ – agência de fomento à pesquisa vinculada à Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) – com a Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) vai injetar, ao todo, cerca de R$ 5 milhões nas atividades fluminenses de pesquisa voltadas ao desenvolvimento tecnológico. O documento prevê a concessão de bolsas e fomento a projetos estratégicos de pesquisa, desenvolvimento e inovação em unidades e polos da Embrapii no Rio de Janeiro (embrapii.org.br). A assinatura do acordo, firmado entre o presidente da FAPERJ, Jerson Lima Silva, e o diretor da Embrapii, Jorge Guimarães, ocorreu na tarde desta segunda-feira, 19 de agosto, na sede da Secti, no Centro.

Entre os temas que poderão receber apoio estão soluções computacionais em engenharia, tecnologia química industrial, tecnologias para produções mais limpas como eficiência energética e fontes renováveis, desenvolvimento de dispositivos e sensores para geração e armazenamento de energia, soluções inovadoras para a agroindústria, engenharia submarina para exploração de óleo e gás, segurança, cidades inteligentes e mobilidade urbana.

Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Rodrigues, a assinatura do acordo será um estímulo ao desenvolvimento nacional, em um momento em que é preciso unir esforços para a recuperação da economia. “Esse acordo representa mais uma possibilidade de realizarmos parcerias com empresas para o fomento da inovação e da tecnologia no Rio de Janeiro, em particular, mas em todo o País”, disse.

O diretor da Embrapii disse que o acordo com a FAPERJ está inserido em um conjunto de parcerias estabelecidas com instituições de outros estados, com o objetivo de otimizar o aumento do número de unidades da Embrapii. “As unidades Embrapii são centros com grupos de pesquisa aplicada, capazes de desenvolver projetos de pesquisa e inovação em temas que interessam às empresas. Hoje temos quatro unidades no estado do Rio de Janeiro: o INT [Instituto Nacional de Tecnologia], a Coppe/UFRJ [Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro], o Tecgraf/PUC-Rio [instituto da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro] e o Instituto Federal Fluminense de Campos dos Goytacazes. Queremos, em pouco tempo, dobrar esse número de unidades para atrair mais empresas, processos e produtos inovadores no estado do Rio”, explicou Guimarães.

A partir da esq.: Eliete Bouskela; Jerson Lima; Jorge Guimarães; Leonardo
Rodrigues e Mauricio Guedes, após a reunião para assinatura do acordo

O presidente da FAPERJ, Jerson Lima Silva, destacou a importância da parceria. “O acordo busca unir a pesquisa de excelência em uma Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT) com um projeto de uma empresa com alto conteúdo inovador. Desta maneira, antevemos aumentar o número de unidades Embrapii no estado, ampliando o investimento de empresas em pesquisa e desenvolvimento”, ponderou.

O diretor de Tecnologia da Fundação, Mauricio Guedes, também ressaltou o objetivo de ampliar o número de unidades da Embrapii no estado do Rio de Janeiro. “A Embrapii é uma das iniciativas mais bem-sucedidas do Brasil no sentido de estreitar a conexão entre os Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) e as empresas. Vamos trabalhar para dobrar o número de unidades da Embrapii no estado e para fortalecer os núcleos já existentes. Sabemos que o potencial que temos no Rio de Janeiro, tanto na área científica como na área tecnológica, e nas empresas fluminenses, é mais amplo e diversificado do que as áreas atendidas pelos quatro núcleos da Embrapii”, afirmou.

O objetivo do acordo é estabelecer as condições para selecionar e apoiar atividade de pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I), em fase pré-competitiva, em cooperação, com empresas do setor industrial e unidades Embrapii, bem como a capacitação de recursos humanos por meio de sua participação em atividades tecnológicas, de pesquisa aplicada e de empreendedorismo, visando atender as demandas dos setores público e privado de pessoal qualificado, via concessão de bolsas e fomento a projetos de P,D&I executados por intermédio das unidades e polos Embrapii sediados no Estado do Rio de Janeiro. A missão da Embrapii é contribuir para o desenvolvimento da inovação na indústria brasileira através do fortalecimento de sua colaboração com institutos de pesquisas e universidades.

Participaram da reunião de assinatura do acordo, ainda, o diretor de Tecnologia da FAPERJ, Mauricio Guedes; a diretora Científica da Fundação, Eliete Bouskela; a Chefe de Gabinete da Presidência, Consuelo Câmara; os assessores da Presidência da FAPERJ André Gomes e Vania Paschoalin; o assessor da Diretoria Científica, Antonio Carlos Campos de Carvalho; e o gerente administrativo do Instituto Tecgraf/PUC-Rio, Raul César Martins.

Fonte: Faperj

Próximos Eventos