+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Fapergs recebe a visita de representantes do INPI

Nesta segunda-feira (21) a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) recebeu a visita de Aluízia Aparecida Cadori, assessora do presidente do Instituto Nacional de Propriedade Industrial- INPI (Luiz Otávio Pimentel), e da chefe do Escritório de Difusão Regional Sul I – DIREG/RS –, Maria Isabel de Toledo Andrade Cunha. A agenda faz parte de uma ação de promoção do escritório regional do INPI junto às instituições de ensino, aos Núcleos de Transferência de Tecnologia-NIT’s e às agencias de fomento à pesquisa.

Na reunião com o diretor administrativo-financeiro da FAPERGS, Marco Antonio Baldo, foram apresentadas as novidades do INPI na área de exames de patentes e marcas e as atividades que estão sendo realizadas no Estado.

Aluízia salientou que o INPI disponibiliza dados estatísticos e uma ferramenta de busca para colaborar na pesquisa de produtos e processos já existentes, antes mesmo do desenvolvimento de um novo projeto. Além disso, o INPI está oferecendo a capacitação no sistema de Educação à Distância (EAD) para disseminar e estimular o uso da propriedade intelectual, da inovação e da difusão tecnológica nas diversas regiões do país.

A assessora também destacou que o Estado gaúcho, com tradição na produção agrícola, tem grande potencial para ao registro de Indicação Geográfica- IG, podendo ser qualificado como Indicação de Procedência e  Denominação de Origem.

Registro de Indicação Geográfica

A Indicação Geográfica (IG) é usada para identificar a origem de produtos ou serviços quando o local tenha se tornado conhecido ou quando determinada característica ou qualidade do produto ou serviço se deve a sua origem.

No Brasil, ela tem duas modalidades: Denominação de Origem (DO) e Indicação de Procedência (IP).

A indicação de procedência refere-se ao nome do local que se tornou conhecido por produzir, extrair ou fabricar determinado produto ou prestar determinado serviço.

A denominação de origem refere-se ao nome do local, que passou a designar produtos ou serviços, cujas qualidades ou características podem ser atribuídas a sua origem geográfica.

Fonte: Fapergs

Próximos Eventos