Giro nos Estados

Fapeal em Revista apresenta: Quem Quer Ser Cientista

A partir de hoje e pelas próximas semanas, publicaremos algumas das reportagens da mais recente Fapeal em Revista também em nosso site. Para começar, apresentamos o relato de três estudantes do Campus Arapiraca da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) sobre suas experiências como pesquisadores de Iniciação Científica.

Ana Riquelle, Alverlan Araújo e Tamara Tais integram o projeto Desempenho de Juvenis de Tilápia do Nilo alimentados com farinha de inhame e Juvenis de Tambaqui alimentados com farinha de folha de mandioca como ingrediente de ração, orientado pela professora Kátia Santos Bezerra. Confira abaixo:

Ana Riquelle diz que sempre sonhou em ser cientista e considera a iniciação científica o primeiro passo para isso (Foto: Acervo Pessoal)

“Eu sonhava em ser cientista e acreditava que ingressar neste curso de licenciatura iria abranger ainda mais meus conhecimentos. Considero que o primeiro passo é se dedicar a iniciação científica, afinal este é o contato inicial que temos com trabalhos que irão nos auxiliar num mestrado. É também por meio da Universidade, instituição esta que disponibiliza a pesquisa como mediadora da educação, que é fornecido a nós alunos e jovens pesquisadores a oportunidade de ter um contato prático científico acerca dos conceitos da sala de aula”, disse Ana Riquelle.

Alverlan Araújo destaca a importância da pesquisa na carreira acadêmica (Foto: Acervo Pessoal)

Já para Alverlan Araújo: “A pesquisa tem um papel de suma importância na carreira acadêmica do graduando, pois ele pode se encontrar nesta área, especializar-se, e consequentemente ter os resultados destes estudos atuando diretamente em sua comunidade. Em minha localidade, há criatórios de tilápia e agricultores que trabalham com a produção de inhame. O uso deste tubérculo para elaboração da ração pode ser uma forma viável e econômica de reaproveitá-lo, uma vez que este não pode ser utilizado para alimentação humana. A minha intenção é poder levar os conhecimentos e resultados das pesquisas futuras para a agricultura familiar e produtores da zona rural de minha localidade.”

Tamara Tais diz que a ciência ganhou destaque dentro da academia e transformou-se numa ferramenta primordial na formação (Foto: Acervo Pessoal)

Por fim, a Tamara Tais comentou: “Estamos finalizando um dos experimentos que tem como tema o desempenho de juvenis de Tilápia do Nilo e realizar esta pesquisa torna-se importante, pois somente  o conhecimento teórico não é suficiente. A implementação de práticas e pesquisas em campo são fundamentais para o desenvolvimento de novos conhecimentos. O estudo científico já ganhou o seu espaço dentro da formação acadêmica, transformando-se hoje numa das ferramentas primordiais na formação e no desenvolvimento do discente na Universidade.”

Fonte: Fapeal

E você, foi ou ainda é pesquisador da Fapeal? Apareça na nossa revista! Envie um breve depoimento acompanhado de uma foto em boa qualidade para o nosso e-mail: fapealemrevista@fapeal.br e aguarde! Você poderá integrar um de nossos próximos exemplares e aparecer aqui no nosso site também!

Próximos Eventos