+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Proderj participa de evento sobre tecnologia no Nave Oi Futuro

A Oi e o Oi Futuro promoveram no Nave (Núcleo Avançado em Educação), na Tijuca, a segunda edição do Decola. No encontro, empresas e organizações renomadas nas áreas de inovação e tecnologia – como a Technovation Brasil, Start Up Rio, Concrete Solutions, MultiRio, Outra Coisa, Tamboro, entre outras – estiveram no Nave para apresentar alternativas, oportunidades e cases de sucesso aos alunos do ensino médio da rede pública estadual. O Diretor de Inovação e Projetos Especial do Proderj, Otakar Guilherme, representou o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gustavo Tutuca no evento. Durante o dia, foi realizado o demo day dos alunos, que puderam apresentar seus protótipos aos convidados e palestrantes.

Através da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação e suas vinculadas, o estado vem estimulando esse ecossistema de empreendedorismo em novos modelos de negócios com base nas inovações tecnológicas da era digital. O Proderj, por exemplo, está sempre atento ao tema e atua fortemente em áreas como modernização da gestão pública, infraestrutura tecnológica e inclusão digital. Já a Faperj, estimula diversas atividades nas áreas científica e tecnológica e apoia de maneira ampla projetos e programas de instituições acadêmicas e de pesquisa sediadas no estado. Esse esforço da SECTI ocorre, por exemplo, através do programa Startup Rio sob a coordenação da Secretaria e da Faperj, com a participação de centros de pesquisa de empresas como Microsoft, Google, Amazon e Oi, acadêmicos de renomados polos de conhecimento, como PUC, UERJ e UFRJ, e instituições como Endeavor e Sebrae.

O Estado do Rio tem o objetivo de fomentar áreas estratégicas para além do setor de petróleo. Como atrativos para os empreendedores, é importante destacar o fato do Rio de Janeiro ser, por exemplo, o estado com a maior concentração de PhDs do Brasil, ter a menor taxa de desemprego do país, além de possuir vários centros de pesquisa de tecnologia, aceleradoras e incubadoras. O objetivo é, através do Startup Rio, incentivar ideias promissoras a virarem start-ups, que posteriormente podem vir a integrar aceleradoras ou incubadoras diversas. Durante um ano, os projetos escolhidos ficam instalados em um espaço de co-working do Startup Rio, localizado no bairro do Catete, no Rio de Janeiro, e recebem treinamento e orientação de especialistas, sob a coordenação da SECTI e parceiros privados como as aceleradoras 21212 e Outsource Brasil.

O objetivo do evento realizado no NAVE foi realizar a troca de experiências entre jovens estudantes do ensino médio e profissionais do mercado de tecnologia e inovação e da indústria criativa. Para estimular a integração entre alunos, profissionais e empresas, o evento foi dividido em algumas etapas.

Estandes: espaço onde empresas e organizações puderam expor suas vivências, experiências e cases para os alunos em estandes individuais. Este foi um momento de apresentação de possíveis oportunidades de colaboração e vagas de estágio;

Ciclo de palestras: profissionais reconhecidos no ramo da indústria criativa apresentaram ideias, compartilharam situações inspiradoras do mercado, tendo o empreendedorismo como tema central. O ciclo foi organizado em blocos: Pensar, Realizar e Desenvolver, cada um focado em uma etapa do processo de criação, viabilização e concretização dos projetos;

Apresentação de trabalhos dos alunos (Pitch): jovens da escola submeteram suas produções a uma banca examinadora composta por convidados e palestrantes do evento, que realizaram uma análise técnica e financeira de cada projeto.

Fonte: SECT-RJ

Próximos Eventos