+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

FACEPE realiza a 2ª reunião ordinária do Conselho Superior

Pernambuco já investiu R$ 21,6 milhões em produção, difusão, auxílio e fomento à pesquisas científicas e à Inovação em 2021. Apenas entre janeiro e maio, a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) destinou recursos para 5.304 bolsas de estudo. O balanço fez parte a 2ª Reunião Ordinária do Conselho Superior da Facepe, realizada nesta terça-feira (08).

´O nosso trabalho é para que os aportes só cresçam ao longo do ano. Através da Diretoria Científica, estão previstos mais cinco editais para 2021, sendo dois em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e um segundo direcionado para Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA)’, explicou o secretário de CT&I, Lucas Ramos.

Outros cinco estão em fase de julgamento e, juntos, já receberam 1.212 projetos para análise. Dentre eles está o Ciência nas Prefeituras do Interior, programa desenhado em parceria com a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e que prevê 30% das bolsas de mestrado para pesquisadores direcionarem seus estudos para a resolução de problemas dos municípios pernambucanos, melhorando a prestação de serviços públicos das Prefeituras e a qualidade de vida da população.

Já na Diretoria de Inovação da Facepe há nove projetos previstos para serem lançados em 2021, com previsão de investimento total de R$ 11,72 milhões. O Pró-Startups é um dos destaques, desenvolvido pela Secti para apoiar a criação de novas empresas de tecnologia voltadas ao desenvolvimento de novas soluções e promoção de transformação digital em indústrias, agronegócio, governos e na Saúde do Estado.

Fonte: SECTI PE em 09/06/2021

Próximos Eventos