Giro nos Estados

Exposição interativa na Paraíba sobre a caatinga é destaque na Brasil-Canadá 3.0

Estudantes de escolas públicas e privadas, além do público em geral, podem conhecer um pouco da fauna e flora da caatinga, bioma do semiárido brasileiro, único no mundo. A exposição interativa “Caatinga: um novo olhar” está armada em estrutura inflável instalada no Centro de Congressos do Centro de Convenções “Poeta Ronaldo Cunha Lima”, em João Pessoa. A entrada é grátis.

Aberta na manhã desta quarta-feira (4) a exposição interativa sobre a caatinga é um dos destaques na Conferência Brasil-Canadá 3.0, que será aberta oficialmente na manhã desta quinta-feira (5) e se estenderá até a sexta-feira (6). A estrutura inflável na cor verde tem formato de mandacaru. A exposição é promovida pela Associação Caatinga, do Ceará, com apoio da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid).

O coordenador da exposição, Sandino Moreira Silva, é biólogo da Associação Caatinga e está disponível para passar informes aos visitantes. “A caatinga também é verde, é bela, exuberante, é a única floresta exclusivamente brasileira, é um patrimônio nosso e possui mais de 500 espécies de aves. A caatinga ensina aos habitantes do semiárido a conviver harmonicamente com este bioma”, explica. As escolas devem aproveitar essa oportunidade e trazer seus alunos a essa amostra itinerante da caatinga, sugere Sandino.

As pessoas que visitarem a exposição poderão interagir, clicar botões e ouvir o canto de alguns pássaros, mover uma manivela e acender luzes de uma cidade desenhada em um painel e ler pequenos textos sobre a caatinga. A Associação Caatinga também está vendendo livros e camisetas sobre o bioma. Esta é a primeira vez que a exposição é montada fora do estado do Ceará.

“Acho extremamente importante essa exposição, que é simples, interativa e muito boa para ser vista por crianças. Eu gostei demais, os promotores estão de parabéns”, avalia Henrique França, jornalista e professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que fez uma visita na manhã desta quarta-feira.

A exposição tem o apoio da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), cujo presidente, Percival Henriques, acompanhou de perto a abertura. “Não dá pra imaginar que a telinha do celular possa ser a única mídia. Estamos falando de novas maneiras de interagir com as pessoas, sob um olhar criativo e diferenciado”, avaliou.

Fonte: SEMARhCT-PB

Próximos Eventos