+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Exposição fotográfica no Paiol da Cultura do Inpa revela imagens da Amazônia

O Paiol da Cultura do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) abriu nesta quinta-feira (4) as portas para a exposição fotográfica: “Amazônia: Paisagens, Flora e Fauna”. As fotografias foram feitas pelo Engenheiro Florestal e técnico especializado em palmeiras e frutos amazônicos do Inpa, Afonso Rabelo, durante excursões pela Amazônia. A abertura da mostra contou com a presença de pesquisadores do Inpa, amigos e familiares de Rabelo, além de visitantes do Bosque da Ciência.

A exposição conta com 35 quadros entre imagens e painéis de fotografias de espécies da fauna e flora amazônica, e paisagens. As fotografias foram tiradas entre 2009 e 2014 durante expedições em busca de frutos amazônicos, que é o foco das pesquisas de técnico no Inpa.

Natural de Canutama (a 619 quilômetros a sudoeste de Manaus), Rabelo não é um fotógrafo profissional. A fotografia virou um hobby e uma forma de manifestar a sua paixão pela biodiversidade amazônica, e a ideia da exposição é compartilhar essas paixões com as pessoas.

“A sensação é de poder expressar a minha paixão pelos frutos nativos, pela floresta amazônica e pela sua biodiversidade. Não é um trabalho profissional. É um trabalho amador paralelo ao trabalho que eu faço, que é com os frutos”, disse Rabelo

As imagens estão expostas em quadros que medem entre 75×55 centímetros a 85×60 cm. As fotografias são de espécies da fauna e flora amazônica. Borboletas, cutias, cobras, casas de cupim com formatos curiosos, macacos, paisagens e painéis com várias fotos de frutas nativas e exóticas encontradas na Amazônia compõem a exposição.

Na abertura, além de apreciar as fotografias dos frutos, os visitantes puderam degustar iguarias como bolos da bacaba, do buriti e cupuaçu; pudim do buriti; mousses da bacaba, do buriti e murici-amarelo; sucos de camu-camu, jenipapo e murici-amarelo; vinhos da bacaba e buriti, além do licor caseiro do buriti.

Para a assistente social Maria Salete, que visitou a exposição, o trabalho de Rabelo merece parabenização: “Muito bonito e sensível o trabalho do fotógrafo. Achei legal o local, em formato de círculo, porque é mais fácil das pessoas verem a exposição. Estão de parabéns”.

Outra visitante que se encantou com as fotos foi Terezinha Galácio que está em Manaus a passeio. Natural de São Paulo, Galácio disse que achou maravilhoso conhecer as paisagens da Amazônia. “As fotos são lindas. Meu marido até está filmando tudo para levarmos de recordação”, revelou.

O Paiol

O Paiol da Cultura fica nas dependências do Bosque da Ciência. De acordo com o responsável pelo Paiol, Ney Amazonas, o espaço é destinado a artistas profissionais e amadores que têm um trabalho de qualidade encantando os visitantes do Bosque.

Para Ney, o espaço é um diferencial dentro do Bosque . “As pessoas vêm aqui para ver o peixe-boi, a ariranha e acabam se surpreendendo ao ver dentro de uma instituição de pesquisa uma galeria de arte”.

A exposição ficará em cartaz no Paiol de terça à sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 16h até o dia 3 de outubro. A entrada da exposição é gratuita. O Bosque da Ciência fica na Rua Otávio Cabral, s/nº, Petrópolis, zona Sul de Manaus. O valor do ingresso é R$ 5. Crianças até 10 anos e idosos a partir de 60 anos não pagam. Visitas de grupos escolares, religiosos e comunidades agendadas têm entrada gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92) 3643-3192/3312 /3293.

Fonte: INPA

Próximos Eventos