+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Estado americano de Utah contrata professores paranaenses

O Estado de Utah, nos Estados Unidos, está com as inscrições abertas até 11 de março para o programa que prevê o intercâmbio de professores do Paraná para atuarem no ensino de Português no estado americano. Este é o segundo ano em que a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) apoia a divulgação do programa que tem como canal de inscrições as Assessorias de Relações Internacionais das universidades estaduais, UFPR e PUCPR.

Em 2015, cinco professores paranaenses foram selecionados para darem aulas de imersão de Português para crianças de 5 a 12 anos de idade (1º ao 6º ano), em Utah. Um deles foi Priscila Isabel Rebicki Prestes, que atuava como pedagoga da rede estadual de ensino e professora no município de Pinhais. Em agosto, ela o esposo e os dois filhos mudaram-se para os EUA. “Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida profissional e pessoal, além de estar sendo ótimo para a minha família. Meus dois filhos, que são especiais, tiveram um avanço extraordinário no desenvolvimento deles nestes seis meses que estamos morando aqui. Temos uma qualidade de vida que não sei em quanto tempo eu conquistaria se não estivesse aqui”, disse.

Priscila destacou ainda toda a bagagem profissional que está adquirindo. “É uma experiência única, que vai fazer toda a diferença na minha carreira. Tenho todas as condições e estrutura necessárias para desenvolver minhas atividades além de ser uma grande oportunidade de aperfeiçoamento profissional participando do sistema educacional americano.”

Os candidatos a este novo processo de seleção devem ter licenciatura em Pedagogia, Letras ou áreas afins, e estar aptos para o ensino das seguintes disciplinas: Português, Matemática, Estudos Sociais, Ciências e Educação Física e Artes (quando necessário). Os professores aprovados permanecerão nos EUA pelo período de até três anos. A proposta salarial varia de 29 mil dólares para o candidato com bacharelado, podendo chegar a 44 mil dólares para quem tem doutorado.

A seleção dos profissionais será realizada pela coordenação do programa nos EUA. Serão três etapas eliminatórias: análise de documentos, entrevista em inglês (conduzida pela equipe do Programa de Imersão de Língua Portuguesa de Utah) e avaliação de uma experiência didática com alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental, gravada em vídeo pelo candidato.

Segundo a professora Silvia Regina Juhas, da equipe de seleção de Utah, atualmente o projeto atende cerca de 1,2 mil crianças com idades entre seis e nove anos de idade, com professores brasileiros que moram em Utah. Além da língua portuguesa, o modelo de imersão na segunda língua já conta com o ensino do espanhol, francês, mandarin e alemão. “Existe um histórico do estado de Utah em incentivar o aprendizado de outros idiomas, oferecendo um mundo de oportunidade aos alunos. Outro objetivo deste programa é que além do bilinguismo as crianças aprendam sobre a cultura dos países”, enfatizou.

Silvia lembra que a equipe de seleção busca profissionais preparados e comprometidos para lecionar nas seis escolas atendidas pelo programa. “Contamos hoje com uma equipe muito dedicada, comprometida e ao mesmo tempo satisfeita com relação a estrutura de trabalho que oferecemos aos professores brasileiros. Exigimos o melhor de cada profissional, mas damos todas as condições necessárias para que ele desenvolva seu trabalho”, afirmou.

As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de março nas Assessorias de Relações Internacionais das universidades estaduais do Paraná, da UFPR e da PUCPR.
Informações também podem ser obtidas pelos telefones (41) 3281-7432/7314, pelo e-mail cct@seti.pr.gov.br ou no site da Seti www.seti.pr.gov.br .

Fonte: SETI

Próximos Eventos