+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Espírito Santo é premiado em Feira Internacional de Inovação do Irã

Este é o resultado que o Espírito Santo conquistou para o Brasil, estado que representou o país na Feira Internacional de Invenções, Inovações e Negócios (FINEX) que aconteceu entre os dias 04 e 07 deste mês em Teerã, capital do Irã. Ao todo 15 trabalhos capixabas foram apresentados e cinco prêmios conquistados, sendo três medalhas de ouro, um troféu “Especial de Excelências” e um diploma de “Mérito Inventivo”.
Com o maior estande da Feira, os pesquisadores e as instituições premiadas foram Adércio João Marquezini e Walace Marcelino Braga da Emescam com o projeto “Biodiesel Ecológico” e Érica Dutra Albuquerque, Antônio Alberto Fernandes e Patrícia Fernandes da Ufes com o projeto “Processo de hidrólise enzimática sob alta pressão hidrostática a partir de resíduos agroindustriais”, ganhadores de medalhas de ouro na categoria Meio Ambiente. O Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) e a empresa Zaruc Tecnologia com o projeto conjunto “Solução para leitura automática de medidores”, troféu “Especial de Excelências” na categoria Engenharia. E o inventor independente Cláudio Vianna com o trabalho “Energia a partir das ondas do mar”, que obteve o diploma “Mérito Inventivo”.

Outra invenção de destaque é do pesquisador Marcelo Vivacqua da Facastelo e LABORVET, empresa de análises clínicas veterinárias, com o projeto “ANICANTE – Tratamento Antimetabólico de Câncer em Mamíferos”, medalha de ouro na categoria Agricultura e Veterinária. O projeto foi selecionado para ser apresentado privativamente ao Vice-Presidente, Mohammad Reza Rahimi e o Ministro de Ciência e Tecnologia do Irã, Mohammad Mehdinejad Nouri.

A participação do Espírito Santo na Feira é resultado do convite feito pelo Governo do Irã após a participação de pesquisadores iranianos na 9ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, realizada pela Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (SECTTI) e parceiros em outubro de 2012. Na ocasião, os pesquisadores identificaram inventos com potencial de mercado para expor no exterior e com apoio da Associação Brasileira dos Inventores e Pesquisadores Inovadores (ABIPIR) selecionaram os 15 projetos capixabas que representarão o Brasil na Feira para passar pela comissão julgadora da Finex.

Para o secretário Jadir Péla, esse é um grande passo para o setor de inovação do Estado. “A participação do Espírito Santo na Feira abriu caminhos para conectar o Estado aos principais atores de inovação nacionais e no exterior. Foram 15 projetos de alto nível que tiveram seu potencial inovador reconhecidos internacionalmente. Sem dúvida estamos dando um grande passo para ampliar a competitividade do Estado no setor e atrair investimentos”, orgulha-se.

Mais conquistas

Além dos prêmios, a delegação capixaba obteve outra importante conquista no que se refere ao potencial científico-tecnológico do Espírito Santo durante a participação na FINEX.
A LABORVET assinou um contrato de parceria para intercâmbio científico-tecnológico com a empresa iraniana ARWI, que trabalha com o desenvolvimento de um novo método de diagnóstico rápido para doenças infecto-contagiosas. O contrato visa ainda à produção e comercialização desta tecnologia, não disponível no Brasil. Foi o primeiro contrato assinado após a implementação do “Circuito Internacional de Inovação” coordenado pela SECTTI e tendo a ABIPIR como parceiro institucional.

Fonte: SECTTI-ES

Próximos Eventos