Giro nos Estados

Empreendedorismo e inovação são temas de reunião entre PCT Guamá, Sebrae Pará e Sectet

O Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Pará) estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira (6), na sede do PCT Guamá, para dialogar sobre a construção de uma parceria entre as instituições visando estimular ações integradas que fomentem o empreendedorismo e a inovação entre as micro e pequenas empresas no Pará.

A reunião contou com a presença do titular da Sectet, Alex Fiuza de Melo, além dos técnicos e dirigentes Ana Paula Vieira, Isaías Barbosa e João Paulo Pinho; do diretor-presidente e do diretor administrativo financeiro do PCT Guamá, Antônio Abelém e Márcio Pereira; e do diretor-superintendente do Sebrae Pará, Fabrizio Guaglianone.

O diretor-presidente do PCT Guamá, Antônio Abelém, abriu o diálogo apresentando a estrutura e as frentes de trabalho desenvolvidas pelo PCT Guamá, destacando as possíveis linhas de parcerias entre a instituição e o Sebrae Pará. “O PCT Guamá não foi pensado para ser somente um polo de concentração industrial, mas um local que agregue serviços e ofereça soluções e serviços voltados ao desenvolvimento de negócios, neste sentido, consideramos como estratégica a aproximação com o Sebrae Pará. A nossa meta, inclusive, é contar com uma unidade do Sebrae dentro do parque, para atender os empreendedores que irão circular no Espaço Inovação, unidade que será inaugurado ainda no final deste semestre e abrigará laboratórios de pesquisa e desenvolvimento (P&D), além de empresas e empreendimentos de pequeno e médio porte”, declarou.
O secretário Alex Fiuza de Melo destacou a localização estratégica como um dos principais atrativos do parque. “O PCT Guamá é um excelente ponto de convergência, pois está próximo a instituições de referência em pesquisa e desenvolvimento. Isto possibilita uma sinergia entre o setor produtivo e a academia, resultando em impactos positivos para os negócios paraenses. As três instituições têm capacidade para estruturar um programa de cooperação que crie uma cultura de cooperação entre a ciência, pesquisa e tecnologia no estado ”, afirmou.
O diretor-superintendente do Sebrae Pará, Fabrizio Guaglianone, avaliou a reunião positivamente. “A partir deste ponto vamos canalizar as demandas de forma articulada e desenvolver uma agenda de trabalho para atender as demandas dos grupos que frequentam o parque”, pontuou.
Rede – Primeiro parque tecnológico em operação na Amazônia, o PCT Guamá tem gestão da Fundação Guamá, por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), a Universidade Federal do Pará (UFPa) e a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e conta com aporte financeiro da Sectet, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), por meio da Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa).
Também tem o apoio da Embrapa Amazônia Oriental, da Eletrobras/Eletronorte, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Pará (Sebrae-PA), da Agência de Inovação da Universidade Federal do Pará (Universitec/UFPA), da Universidade do Estado do Pará (UEPA), do Banco da Amazônia, da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), do Centro Internacional de Negócios-Fiepa, do Programa  Rede de Desenvolvimento de Fornecedores do Pará, do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa) e do Museu Paraense Emílio Goeldi.

Próximos Eventos