+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Embaixador francês promete respostas rápidas para questões de CT&I do Amapá

Durante reunião com o setor de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) do Amapá, o embaixador da França, Denis Pietton, prometeu respostas rápidas para as questões apresentadas no encontro com pesquisadores amapaenses, na última terça-feira, 11, no Auditório Walemiro Gomes do Museu Sacaca.

Representantes de todos os órgãos de pesquisa do Estado estiveram presentes. A reunião foi coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Setec).

O encontro tratou do progresso do programa de cooperação bilateral Guyamazon, visto para pesquisadores amapaenses em solo francês, cooperação cientifica e universitária, instalação do Centro Franco Brasileiro em Oiapoque e parcerias e perspectivas de colaboração científica e tecnológica, com foco no desenvolvimento econômico.

Durante o evento, o secretario Antônio Cláudio de Carvalho, salientou que a reunião é uma grande oportunidade de revelar para a comitiva francesa os desafios e perspectivas da pesquisa amapaense com a França. “A comunidade científica mantém uma série de assuntos para serem apresentados e um dos nossos desejos é eliminar o visto para pesquisadores amapaenses, porque já mantemos parcerias importantes e essa burocracia não é necessária, além disso iremos manter cooperações técnicas cientifica e parcerias”, disse.

O embaixador ponderou que o setor de pesquisa é um dos pontos principais da visita francesa e demonstrou interesse pelos assuntos apresentados, prometendo um retorno breve ao Amapá. “Mantemos laços importantes com a pesquisa brasileira, e o Amapá é o Estado mais próximo da França e vemos um ótimo progresso no setor. Contudo, iremos avaliar com atenção todas as questões e com certeza teremos respostas positivas e rápidas. A França respeita todas essas questões, são interesses mútuos e de grande importância para os cidadãos”, destacou Denis Pietton.

A delegação francesa foi composta pelo diretor da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Laurent Duriez, o chefe do Instituto de Pesquisas e Desenvolvimento (IRD), Frederic Huyn, e representantes do Serviço da Ação Cultural e Cooperação da Embaixada.

Durante o encontro, projetos selecionados no programa de cooperação bilateral Guyamazon foram apresentados por seus representantes. Tem o objetivo de apoiar a execução de projetos conjuntos de formação científica, pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), no âmbito da colaboração científica e tecnológica entre os pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa dos estados da Amazônia e pesquisadores e docentes franceses. O valor máximo de cada projeto foi de 100 mil e o valor total de 700 mil euros, ou R$ 2,1 milhões, com contrapartida de R$ 1 milhão da França.

Fonte: SETEC AP

Próximos Eventos