+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Em Sergipe, Fapitec realiza seminário de avaliação de projetos direcionados ao SUS

Apresentar os projetos que visam atender as demandas de interesse na linha de pesquisa do Sistema Único de Saúde (SUS), contratados pelo Programa de Pesquisa (PPSUS).  Foi essa a finalidade do Seminário de Avaliação Final do PPSUS realizado nesta segunda-feira, 18, pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec), com apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Secretaria de Estado da Saúde (SES), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Ministério da Saúde (MS).

Criado em 2004 pelo Ministério da Saúde, em parceria com o CNPq e com as Fundações de Amparo a Pesquisas Estaduais (FAPs), o PPSUS é uma ação conjunta de instituições federais e estaduais que, através da descentralização de recursos, priorizam o atendimento às demandas específicas das secretarias de saúde dos Estados. Em Sergipe, foram lançados quatro editais até 2009, sendo financiados 36 projetos de pesquisas, com um investimento total de mais de R$ 1,2 milhões. O último edital, lançado no primeiro semestre de 2009, contou com um investimento de mais de R$ 421 mil, quando foram financiados nove projetos de pesquisa.

Durante o Seminário, pesquisadores, estudantes, técnicos e representantes de Instituições de Ensino e Pesquisa puderam conhecer os indicadores de Ciência e Tecnologia do Estado, com enfoque no PPSUS e de pesquisas nas linhas temáticas de Políticas Públicas em Saúde, Saúde Mental, Epidemiologia e Rede Dengue.

De acordo com a representante do Ministério da Saúde, Luci Scheffer, a expectativa com a realização do evento é de que os resultados das pesquisas realizadas em Sergipe possam contribuir com a melhoria das práticas no setor. “Esperamos que os estudos sirvam para um bom resultado social, a fim de que alcancemos nosso objetivo final, de transformar as pesquisas em programas efetivos”, destacou a coordenadora de Fomento Descentralizado da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (Decit/SCTIE) do MS.

Para o diretor técnico da Fapitec, Marcelo Mendonça, a realização do Seminário representa o fechamento de um ciclo iniciado há dois anos, com a aprovação de projetos que visam atender as demandas de interesse na linha de pesquisa do SUS. “Vamos iniciar um novo ciclo durante a oficina de amanhã, quando identificaremos as demandas para o novo edital a ser lançado ainda este ano, com novas pesquisas voltadas à área de saúde”, observou.

Responsável pela abertura do Seminário, o secretário da Sedetec, Saumíneo Nascimento destacou que o evento proporciona um intercâmbio de informações com pesquisadores de outros Estados. “Vamos trabalhar no contexto da difusão desses resultados, a fim de instigar os pesquisadores a ingressar nessa área, para que possamos atender as demandas da saúde, nem sempre previsíveis, e fazer com que a gestão dos recursos seja eficiente, proporcionando um melhor uso do conhecimento para a sociedade, construindo processos que melhorem a vida das pessoas”, enfatizou.

Oficina

Durante a Oficina de Prioridades serão discutidas as linhas temáticas prioritárias para o próximo Convênio do PPSUS em Sergipe, onde a coordenadora de fomento à pesquisa em saúde do Decit/MS abordará a importância de selecionar prioridades de pesquisa em saúde. Na sequência, a SES apresentará uma análise da situação de saúde do Estado e os principais desafios a serem enfrentados.

Fonte: Ascom – Sedetec Sergipe

 

Próximos Eventos