+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Eleição define novo Conselho Gestor da Rede Paraense de Tecnologias Sociais

O último dia do III Fórum de Tecnologias Sociais, ocorrido na Universidade do Estado do Pará (Uepa), nos dias 05 e 06 de novembro, foi marcado pela continuidade das atividades educativas e pela eleição do Conselho Gestor da Rede Paraense de Tecnologias Sociais (RTS/PA). O evento foi realizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), com apoio da RTS, e, ao todo, reuniu cerca de 300 pessoas, entre participantes das oficinas e visitantes dos estandes da IV Mostra de Tecnologias Sociais.

A RTS/PA é um colegiado consultivo, integrado por cerca de 49 instituições para coordenar, compartilhar e fomentar ações que contribuam com o desenvolvimento, reaplicação e difusão de Tecnologias Sociais em escala no estado do Pará. Pela nova composição do Conselho Gestor, a Rede continua a ser coordenada pela Sectet, idealizadora da RTS, e outras dez instituições exercerão a função de definir ações de forma conjunta.

O novo Conselho será composto pelas seguintes instituições: a) Eixo Ensino e Pesquisa: Universidade do Estado do Pará (Uepa); Universidade Federal do Pará (UFPA); e Embrapa Amazônia Oriental. b) Eixo Instituições de Governo: Sectet; Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme); Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio). c) Sociedade civil: Fórum das ilhas; Instituto Amigos da Floresta Amazônica (Asflora); Sociedade Civil Socioambiental e Biotécnológica (Ambiotech). d) Instituições Privadas: Senai Pará; Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará (OCB/PA).

A consolidação da RTS vai ao encontro das diretrizes do Plano de Ciência e Tecnologia do Estado, as quais enfatizam as Tecnologias Sociais como alternativas viáveis para o alcance do desenvolvimento econômico e socioambiental do Pará. O coordenador da Diretoria de Ciência e Tecnologia da Sectet, João Pinho, avalia a importância estratégica da RTS/PA para a formulação de políticas públicas e deliberação de ações nessa área. “Em minha opinião, a ciência e a tecnologia devem servir ao propósito maior de desenvolver socialmente uma nação e seu povo. O desenvolvimento econômico nem sempre está associado ao social, mas não há desenvolvimento social sem o econômico. Daí porque o foco da RTS e de seu Fórum e Mostra Tecnológica é voltado para todos os atores da sociedade em geral, incluindo instituições governamentais em todos os níveis, instituições de ensino e pesquisa, empresas públicas e privadas, organizações não governamentais e de classes, além dos indivíduos de todas as faixas etárias. O tema enfocado neste ano, um dos quatro pilares da RTS, é de suma importância para qualquer ação de desenvolvimento social, pois sem a disponibilidade de energia não há possibilidade de estabelecimento de comunicação à distância e, portanto, de inclusão digital, que é a tendência mundial das telecomunicações, atendimento com água tratada de qualidade para uso humano e aproveitamento em processos produtivos, que, por sua, vez, são os elementos de geração de emprego e renda, meta a ser atingida para proporcionar o desejado desenvolvimento social.”

Fonte: SECTET-PA

Próximos Eventos