Giro nos Estados

Edital Mais Música incentiva a produção musical dentro das escolas públicas do Maranhão

O Maranhão é reconhecido por exportar para outras partes do país música de qualidade, com seus ritmos diversificados e sotaques tradicionais. Em muitos casos, o primeiro contato com os acordes musicais vem das bandas formadas dentro do colégio. Mas o que poucos sabem é que o estímulo à música instrumental é cada vez maior com o fortalecimento de um movimento que ano após ano só cresce no Maranhão, especialmente entre os estudantes da rede pública: o das Bandas e Fanfarras.

Percebendo o aumento da procura por esse segmento, o Governo do Maranhão resolveu apostar em formas de melhorar o desenvolvimento e a apresentação das bandas e fanfarras e para isso, através da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão – FAPEMA e da Secretaria Estadual de Educação – SEDUC lançou o edital Programa Maranhão Mais Música que tem como objetivo estimular a organização desses grupos com a inserção de instrutores e coreógrafos que vão atuar desenvolvendo atividades musicais com alunos do Ensino Fundamental e Médio.

Podem concorrer instrutores e coreógrafos que tenham experiência prévia e comprovada – através de declarações das secretarias de educação – com esse tipo de organização e que tenham formação em Música. No total, a FAPEMA destinou quase R$ 700 mil reais para esta concorrência que vai distribuir 100 bolsas no valor de R$ 580,00 para os selecionados, durante 1 ano.

De acordo com a presidente da FAPEMA, Rosane Guerra, o edital também ajudará na criação de novas bandas e fanfarras nas escolas públicas. “Vai envolver não só as escolas da rede estadual, mas também as escolas municipais e essa nossa parceria estabelecida com a Secretaria de Educação acima de tudo quer incentivar o talento artístico que cada uma dessas crianças e jovens tem e que podem, quem sabe, auxiliar até na escolha de um caminho profissional”, observou.

Com o edital Programa Mais Música a meta é amplificar as possibilidades de inserção dos estudantes. “A disponibilização de bolsas aos instrutores e coreógrafos fomentará o desenvolvimento das atividades musicais nas escolas, fortalecendo a cultura de bandas marciais e fanfarras, já tradicional em nosso estado, e contribuindo ainda à formação de novas plateias e músicos”destacou Conceição Andrade, secretária-adjunta de programas especiais da Secretaria de Educação.

No Maranhão existem hoje trinta e cinco instituições de ensino que tem em sua grade Bandas e Fanfarras. De acordo com o presidente da Associação Maranhense de Bandas e Fanfarras, Armando Nobre, parabenizou a instituição pela chamada pública. “É um edital pioneiro, por conta disso, é extremamente salutar que iniciativas como essa sejam tomadas. Tanto a FAPEMA quanto a secretaria de educação estão de parabéns”.

Os interessados em participar terão até o próximo dia 24 de janeiro para submeter suas propostas no endereço eletrônico da FAPEMA. Lá, o candidato também terá todas as informações que vão estar disponíveis no edital. Depois disso, os trabalhos serão analisados e os resultados devem ser divulgados na última semana de fevereiro, com o início do contrato sendo validado já na primeira semana de março.

Fonte: FAPEMA

Próximos Eventos