Giro nos Estados

Economista Eduardo Costa é o novo presidente da Fapespa

O doutor em economia, Eduardo José Monteiro da Costa, foi empossado na tarde dessa quinta-feira, 1° de janeiro de 2015, como o novo diretor-presidente da Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Estudos e Pesquisas (Fapespa). O evento ocorreu no Hangar Centro de Convenções, em Belém, e contou com a presença do governador Simão Jatene, de todos os secretários e dirigentes da administração direta e indireta e de várias autoridades.

A Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa, que sofreu a fusão do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) e passará a se chamar Fundação Amazônia Paraense de Amparo a Estudos e Pesquisas, mantendo a sigla Fapespa, terá para o próximo quadriênio a gestão do economista formado pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

Eduardo Costa é Especialista em Teoria Econômica pelo Instituto Superior de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), mestre em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e doutor em Economia Aplicada também pela Unicamp.

Eduardo Costa já foi presidente do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará (CORECON/PA) por dois mandatos e recentemente foi reeleito ao cargo de conselheiro efetivo do Conselho Federal de Economia (Cofecon). Exerceu o cargo de Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Integração Regional (SEIR) de 2007 a 2009.

Antes de assumir a Fapespa, Eduardo Costa foi secretário de Controle Interno do Poder Judiciário do Estado do Pará e professor adjunto de Economia do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) e do Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da UFPA (UFPA).

O encontro também deu posse aos novos secretários do segundo mandato do governador Jatene. Logo na abertura do evento, a secretária de administração, Alice Viana, fez a leitura simbólica do documento de posse, seguindo da assinatura por cada dirigente que era chamado ao dispositivo para firmar o compromisso junto ao governador.

Encerrando a programação, após o secretário de educação, Helenilson Pontes, ter feito o discurso de posse, representando todos os nomeados, o governador Simão Jatene fechou o evento ao trazer a reflexão sobre o entendimento do conceito de público, afirmando que jamais se conseguirá avançar na construção e na consolidação da ideia e da importância do que é público se não se exercitar bem antes, e completou dizendo que, “público é aquilo que todos têm o direito de usar e o dever de cuidar e esse dever começa com cada um de nós, antes mesmo desse ato”, disse Jatene.

Fonte: Fapespa

Próximos Eventos