+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Doutorandos da Unisinos participaram do desafio de explicar suas pesquisas em 3 minutos

O Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Unisinos promoveu o evento “Minha Tese em 3 Minutos”, na quinta-feira (02). Alunos de doutorado deviam explicar o desenvolvimento de sua investigação ou de seu projeto final em uma comunicação de, no máximo, 3 minutos e com apenas um slide fixo. O evento também teve por objetivo incutir nos pesquisadores a importância da divulgação e da comunicação de ciência para o avanço da sociedade e melhora do letramento científico.

A coordenadora da atividade, a professora Maria Eduarda Giering, explica que para realizar uma apresentação com êxito, é preciso detalhá-la de forma simples, compreensível e com linguagem acessível ao público em geral. O júri era composto pela doutora em Comunicação Social, Débora Lapa Gadret, pelo doutor em Administração, Alsones Balestrin, e pela adjunta da Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (Scit), Ghíssia Hauser.

O projeto contou com a apresentação de 11 doutorandos. A vencedora de um cheque de R$ 500, para ser utilizado em viagens de pesquisa, foi a aluna Ana Fukui, orientada pela professora Maria Eduarda. Seu tema de estudo tratou do modo como os cientistas traduzem seus sentimentos em seus textos, o que eles pensam e o que eles acreditam que é ciência.

Ana é formada em Física e afirmou que, enfim, conseguiu fazer as pazes com a sua trajetória desde a graduação. “Todos me perguntam o que eu vim fazer na linguística depois de me formar em física. Hoje tive a oportunidade de me explicar”, brincou. Para ela, o interessante da proposta é a divulgação das pesquisas que estão sendo realizadas. “Lidamos com a pesquisa, mas sabemos muito pouco sobre as investigações dos colegas”, concluiu.

Maria Eduarda ressaltou que essa prática começou na Austrália e já está presente em muitos países. “A ideia é realizar uma atividade diferenciada, para que os alunos tenham contato com a proposta, premiando a capacidade dos participantes de comunicar ideias de maneira eficaz a um público não especialista, em um formato de participação pública aberta”.

De acordo com a adjunta da Scit, participar do júri foi, além de uma excelente experiência, uma forma de vislumbrar um pouco do que irá acontecer no programa Les Doctoriales, que ocorre em dezembro, na Serra Gaúcha. “Pudemos acompanhar a capacidade dos alunos em ‘popularizar’ os temas de suas teses e, ao mesmo tempo, termos uma ideia de como ocorrerá o ‘Minha Tese em 180 segundos’, que integra as atividades do seminário Les Doctoriales”.

Les doctoriales
A Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Sul (Scit) está organizando uma edição gaúcha do seminário Les Doctoriales na região serrana do Estado. O objetivo é proporcionar uma imersão total de cinco dias a 100 doutorandos, de diferentes áreas, para aproximá-los do mundo profissional e socioeconômico.

Durante o processo, os alunos participarão de atividades como “Desafio de inovação em 24 horas”, a “Socialização das teses”, “Minha Tese em 180 segundos” com profissionais e empresas para desenvolverem ideias inovadoras ao mercado.

As inscrições ocorrem até o dia 10 de outubro. O evento será realizado no período de 2 a 7 de novembro, em Bento Gonçalves. Saiba mais sobre o seminário Les Doctoriales e inscreva-se em: http://www.lesdoctoriales.rs.gov.br/inicial.

Fonte: SCIT-RS

Próximos Eventos