Giro nos Estados

Conselho Paranaense de Ciência e Tecnologia divulga balanço de 2018

O Conselho Paranaense de Ciência e Tecnologia aprovou, nesta quarta-feira (12), no Palácio do Iguaçu, durante a reunião anual, o balanço dos investimentos em ações realizados em 2018. Também foi apresentada, pelos membros do conselho, a programação do Fundo Paraná, Fundação Araucária e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para o ano de 2019.
Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) Décio Sperandio, conselho tem papel fundamental no investimento em pesquisas. “O Paraná tem um potencial grande no que diz respeito a pesquisa e inovação. E o comprometimento dos conselheiros, com representantes em várias áreas, ajuda na difusão, apoio e investimento nas áreas estratégicas do Governo”.

Em 2018, a Unidade Gestora do Fundo Paraná (UGF) administrou um orçamento de R$ 123.411,446. O valor é investido em ciência, tecnologia, ensino superior, Fundação Araucária e Tecpar.

O coordenador da UFG, Luiz Cesar Kawano, apresentou o relatório anual e destacou diversos projetos que receberam investimentos nas áreas prioritárias. A previsão orçamentária do Fundo Paraná para 2019 é de R$77.344.014,00, seguindo a divisão de 40% para UFG, 40% para Fundação Araucária e 20% para o Tecpar.

Fundação Araucária

O presidente da Fundação Araucária Paulo Borfman também apresentou o balanço dos investimentos em pesquisa e inovação pela instituição. Nos últimos sete anos, por meio da Fundação Araucária, o Estado investiu mais de R$ 410 milhões em cinco mil projetos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.
Foram disponibilizados 23 mil bolsas de estudo para estudantes, pesquisadores, professores e profissionais, sendo três mil só em 2018.

TECPAR

O diretor-presidente Júlio Felix e o diretor industrial Rodrigo Silvestre do Tecpar também apresentaram as ações desenvolvidas pelo instituto em 2018. Entre eles estão o investimento no ensaio clínico de um medicamento pacientes com linfoma de Hodgkin, implantação de pesquisa e desenvolvimento nos Parques Tecnológicos da Saúde do TECPAR e desenvolvimento de novas tecnologias de produção de medicamentos biológicos no Campus do TECPAR em Maringá.

Também participaram da reunião os diretores da Fundação Araucária José Carlos Gehr e Nilceu Deitos, o reitor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) Waldemiro Gremski, os representantes da comunidade científica paranaense Rodrigo Rafael de Medeiros e Ronei Volpi, Elenir Santos Silva da UGF e o representante da comunidade empresarial paranaense Ademir Mueller.

Fonte: SETI PR

Próximos Eventos