Giro nos Estados

Começa a produção de secador solar da carnaúba no Piauí

Teve início nesta semana na cidade de Piripiri a produção do secador solar da palha da carnaúba, um equipamento criado por professores da Universidade Federal do Piauí e adotado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), para facilitar a vida dos produtores do pó da cera da carnaúba no Piauí.

O primeiro secador foi fabricado numa pequena metalúrgica da cidade de Piripiri, que se equipou para atender a demanda inicial de 30 máquinas que serão distribuídas entre cooperativas e associações de produtores de cera.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Warton Santos, esteve visitando o equipamento, acompanhado do coordenador do projeto do secador solar, engenheiro Marcelo Morais e dos projetistas, o engenheiro químico José Ribeiro e  Haroldo Santos.

O equipamento, segundo seus criadores,  possui 42 metros quadrados e é capaz de secar de 6 a 10 mil palhas de carnaúba de cada vez. “As palhas ficam estendidas em dois níveis e o equipamento não vai desempregar ninguém. Serão mantidos em seus empregos do cortador ao jumento que carrega a palha”, disse Haroldo.

O secretário Warton Santos disse que o governador Wilson Martins determinou que o governo desse total apoio para a execução deste projeto, que é de suma importância para a economia piauiense. “A cera da carnaúba já é o segundo produto da pauta de exportação do Piauí e agora, com o secador solar, haverá um aumento de cerca de 30 por cento na produção da cera”, disse Warton.

Fonte: SEDET-PI

Próximos Eventos