+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Cientistas aproveitaram Rio 2016 para pesquisa com micro-organismos no metrô

Enquanto mais de um milhão de visitantes de todo o mundo estavam no Rio de Janeiro para assistir aos Jogos Olímpicos, cientistas coletavam amostras em estações de metrô da cidade para analisar a migração de micro-organismos e a transformação do microbioma carioca.

Chamado de Olimpioma, o mapeamento da diversidade de micro-organismos nos espaços públicos começou em Nova York e está sendo feito em 56 cidades de 33 países dos seis continentes por pesquisadores do Consórcio Internacional Metagenômica e Metadesenho do Metrô e Biomas Urbanos (MetaSUB). No Brasil, a pesquisa também ocorre em São Paulo e Ribeirão Preto.

Pela primeira vez, está sendo analisado o impacto da circulação de pessoas em eventos mundiais, o que voltará a ocorrer na Olimpíada de Tóquio 2020. As amostras do Rio começaram a ser coletadas uma semana antes dos jogos em nove estações do metrô e vão continuar até 2018, para verificar como esses micro-organismos perduram na cidade.

No Rio de Janeiro, o projeto é coordenado pelo pesquisador Milton Ozório Moraes, chefe do Laboratório de Hanseníase do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Segundo ele, o objetivo do trabalho é entender como ocorre a circulação de micro-organismos no mundo, o que pode ser útil para a elaboração de políticas de vigilância em saúde.

“A gente não sabe, por exemplo, se o microbioma de uma pessoa que vive na Europa ou na Ásia, chegando aqui, pode de fato colonizar trechos do metrô. Isso não tem nenhum aspecto de saúde relevante, mas tem uma ideia desse microbioma. É claro que, no futuro, o que a gente pensa é usar essas estratégias como vigilância em saúde, ou seja, poder antecipar a circulação de um novo vírus, um novo fungo uma nova bactéria que tenha efeitos patogênicos, para que a gente possa tomar medidas cabíveis quando necessário”, explicou.

Moraes lembrou o caso do vírus Zika, que chegou ao Brasil a partir de 2013, vindo do Taiti, como exemplo de possível caso de identificação anterior a um caso de emergência em saúde. Mas nem todos os micro-organismos são nocivos e o pesquisador ressalta que qualquer indivíduo saudável tem em seu corpo cerca de trilhões deles, que têm funções importantes para a saúde.

“A gente tem dez vezes mais micro-organismos no nosso corpo do que temos de células humanas. A diversidade de diferentes micro-organismos que habitam o nosso corpo é muito grande cada vez que  nós sentamos em algum lugar e tocamos no corrimão, nós deixamos células do nosso corpo e também esses micro-organismos.”

Procedência

Pelo DNA dos micro-organismos é possível identificar o local de origem deles e marcadores de resistência a medicamentos. Outra possibilidade da pesquisa, segundo Moraes, é mapear a ancestralidade da população que circula por determinados locais, além de identificar micro-organismos ainda não conhecidos.

“Como nas amostras também são encontradas células humanas, nós conseguimos identificar a diversidade genética da população. Em Nova York, as análises genéticas comprovaram os dados do censo populacional quanto à ancestralidade mais presente em cada região da cidade. Outro dado interessante que vem de Nova York é que cerca de metade dos micro-organismos encontrados nas amostras ainda não eram cadastrados, ou sejam, eram desconhecidos”, destacou.

No Rio, o material está sendo coletado dentro de composições de metrô e em superfícies como bancos, corrimão e terminais de autoatendimento das estações Vicente de Carvalho, Del Castilho, Maracanã, Central, Carioca, Saens Peña, Botafogo, Cardeal Arcoverde e General Osório. A análise vai indicar quais micro-organismos foram trazidos para o Brasil durante a Rio 2016 e se eles colonizaram as estações de metrô, permanecendo no local, ou se desaparecem depois de um tempo.

Os primeiros dados da pesquisa devem ser divulgados em março. Como a coleta de amostras continua até 2018, também será possível mapear os micro-organismos que circulam em outras épocas de grande movimentação de turistas na cidade, como réveillon e carnaval, bem como os mais comuns em cada estação do ano.

Fonte: EBC

Do you want to follow the design of the Tin Man in the Wizard of Oz book or movie? Or do you want to create your own representation of a tin man? Your plans should be as close to scale as possible; you should know how big each part of the tin man’s body should be.. In pay TV, we lost 44,000 customers, which was Nike Shoes 34,000 less than we lost in the second quarter of 2013.. During the second year and afterward, they can recover the losses with the savings that come from mass production and with licensing fees from publishers.. Eric Moore, an offensive guard with the New York Giants, and Mark Duckens, a defensive end with the Tampa Bay Buccaneers, were charged by a federal grand jury with three counts of conspiracy to possess with intent to distribute anabolic steroids and human growth hormones. There are, however, several ready made solutions to our many, cheap nfl jerseys many problems. With the help of Cruickshank and Krack, they infiltrated the cove with hidden cameras disguised as rocks, using camouflage so sophisticated that they later had trouble figuring out where the hell the cameras were. Apple returned over $60 billion to shareholders via stock buybacks and dividend payouts in 2014 and still managed to end the year with over $120 billion in net cash marketable securities on the balance sheet. It is a free to download application, and the service on their platform also comes for free. If a coach or manager can’t speak frankly and honestly with his players because he fears hurting feelings, than the team can’t make progress. While Jessica didn’t come east, the two attempted to maintain the courtship despite being separated by the 2000+ miles that lay between the East and West coasts of the Untied States. A few years ago I was working a Friday night game on my birthday. Dark chocolate in small amounts is a healthier choice for kids and adults, due to the higher amount of flavonoids in dark, or more bitter, chocolate. She said for the past 10 years, she’s been taking a medicine legally that was not banned, but the medicine was just put on the prohibited list by the World Anti Doping Agency, which Sharapova said she wasn’t aware of. But they don’t nfl jerseys shop but public transit doesn’t push deeply wholesale china jerseys into the suburban counties where many of the jobs are, particularly north of the city. State lotteries, sports betting shops and Native American casino entities are all calling for action from Capitol Hill or on a state by state basis. Place a cold washcloth on your forehead and you immediately feel cooler, but eventually your body adapts to the temperature change so that cheap football jerseys it no longer perceives the washcloth as cold. Welterweight and two time Welterweight World Champion. According to our estimates, the theme parks business contributes around 23% to Disney’s value.

Próximos Eventos