Giro nos Estados

Centelha Piauí divulga resultados de ideias aprovadas na Fase 1

O Programa Centelha Piauí, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI), divulgou hoje (10) as 200 propostas de negócio aprovadas para a fase 2, provenientes de 22 municípios.

Das 200 propostas, 71 estão em estágio de ideia, 55 contam com protótipo conceitual, 43 têm protótipo testado, 15 já estão com protótipo finalizado e 16 estão no estágio de comercialização financeira.

A região do Piauí Entre Rios foi a que mais originou ideias aprovadas, com um total de 121 propostas. A Planície Litorânea ficou em segundo lugar, com 42 ideias.

A temática mais abordada entre as propostas aprovadas foi a de Tecnologia Social, abrangendo 33,5% do resultado final. TI e Telecom foi a segunda temática mais abordada, abrangendo 14,5% das propostas aprovadas. Entre os setores de aplicação das ideias, Saúde e Bem Estar se destaca com 67 delas.

Confira o resultado final clicando aqui.

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico www.programacentelha.com.br, no qual é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados.

Próximos Passos:

Na segunda fase os 200 proponentes que foram selecionadas deverão, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira fase – pela qual passam até 100 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Ao final, até 28 projetos serão contemplados, cada um com R$ 60 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos por parceiros do programa. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

O Programa Centelha contribuirá para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no Piauí, já que muitas das ideias vêm de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação. Além disso, o Programa Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores e consolida uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador.

Fonte: FAPEPI PI

Próximos Eventos