+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Centec articula parceria que beneficiará o setor de confecções em todo o Ceará

No intuito de contribuir com o desenvolvimento da cadeia produtiva de confecções em todo o estado do Ceará, o Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) está articulando uma parceria com a inovadora empresa Audaces, que tem a missão produzir tecnologia na indústria da moda.

Um encontro preliminar aconteceu na última terça-feira (16), na sede do Instituto Centec, em Fortaleza, com a participação do Diretor de Extensão Tecnológica e Inovação (DETI) do Centec, Odério Lima, do Gerente de Negócios e Projetos da DETI, Paulo Gaudêncio, com uma equipe da Audaces composta pelo Gerente de Relações Institucionais, Paulo Cunha, e dos técnicos Carlos Barbosa e Jairo Mesquita.

A empresa é de Florianópolis (SC) e a sua principal inovação são os equipamentos que melhoram a eficiência no processo de corte dos tecidos, ou da matéria prima em geral, nas empresas de confecções. Possui atuação nos estados de São Paulo e Minas e escritórios na Argentina, Colômbia, Peru e México.

Segundo Paulo Cunha, um dos maiores problemas do setor de confecções atualmente é a baixa produção, que se contrapõe à alta demanda existente para consumo nacional e que demanda em importações expressivas. De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 65% das empresas afirmam que o maior entrave para aumentar a produção é a falta de trabalhadores qualificados.

Para o representante da Audaces, atuar nessa deficiência, em parceria com o Centec – instituição cearense reconhecidamente promotora do desenvolvimento por meio da qualificação profissional – é imprescindível, tendo em vista a atual conjuntura cearense que demanda profissionais de ponta.

Segundo os representantes da Audaces, as indústrias da confecção necessitam de profissionais especializados para atuar no desenvolvimento de novos produtos, modelagem avançada, design, planejamento de produção e de coleções, dentre outras etapas do ciclo produtivo. Para Paulo, é possível, por meio da parceria, apoiar jovens em seu primeiro emprego e criar um banco de talentos.

Outra demanda que poderá ser atendida pelo projeto é a necessidade de informatização do processo produtivo. O Centec, através dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT), poderá oferecer desde cursos básicos aos mais avançados: promovendo a inclusão digital e especialização técnica e tecnológica, por meio de capacitação nas máquinas inovadoras e em softwares avançados que farão a diferença nos processos de produção.

Inicialmente, o projeto prevê a adequação do CVT Horizonte para ter um laboratório vocacionado ao setor, oferecendo capacitações, prestação de serviços às micro e pequenas empresas, incubando de novos negócios; fortalecendo, assim, a cadeia produtiva da confecção.

A empresa oferecerá, como contrapartida, a licença e suporte ao software utilizado na nova máquina de corte para as unidades do Centec, assim como o treinamento de, no mínimo, um instrutor por CVT para oferecer capacitação no equipamento, sendo o multiplicador do conhecimento. O software também será concedido para as empresas da região que aderirem ao novo sistema, com uma licença gratuita de seis meses. Está sendo previsto um investimento de 850 mil reais em equipamento para montar o laboratório da “fábrica escola” de confecção.

Segundo Gaudêncio, há grandes possibilidades de serem articuladas parcerias com outros setores públicos para a viabilização desde projeto, como, por exemplo, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop). Segundo Carlos Barbosa, a parceria com o Centec é muito bem-vinda tendo em vista a possibilidade de difundir as novas tecnologias de moda, produzidas na Audaces, para todo o Estado do Ceará, por meio das unidades CVT.

“Sabemos que há uma intenção dos gestores públicos em promover a capacitação técnica e tecnológica da população, de acordo com as demandas dos setores produtivos. Assim, há um total interesse e possibilidade do Centec consolidar esta parceria”, afirmou Odério Lima. A próxima reunião está prevista para meados de janeiro, quando se fechará os detalhes técnicos do projeto.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CENTEC

Próximos Eventos