+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Campus Party Recife: aplicativos usam tecnologia a favor de causas sociais

Um aplicativo para ajudar mulheres a sair de relacionamentos abusivos, outro para alfabetizar crianças com deficiência ou dificuldade de aprendizagem, um que atua na geração de dados para localizar e prevenir epidemias. Com temas diferentes, esses projetos têm uma coisa em comum: usam a tecnologia para ajudar a resolver problemas coletivos, um dos principais focos da Campus Party Recife.

O evento de inovação e tecnologia realizado neste fim de semana na capital pernambucana abriu espaços para atividades que discutem como usar o conhecimento tecnológico para atuar em causas sociais de diversas áreas. Há também uma área de exibição de 20 startups – embriões de empresas com ideias inovadoras em busca de um modelo de negócio viável – na parte pública do evento, onde também ocorrem palestras gratuitas sobre empreendedorismo.

Entre os projetos selecionados, alguns buscam investidores para começar a funcionar e há os que já saíram do papel, como o aplicativo criado pela empresa Epitrack que usa informações enviadas por usuários para ajudar na identificação de possíveis focos epidêmicos de doenças como a dengue e a zika.

“Éramos um grupo de pesquisa dentro da Fundação Oswaldo Cruz e observamos que o nosso modelo de juntar tecnologia com saúde pública estava conseguindo chamar a atenção de outras pessoas que queriam nos contratar. Aí a gente pensou em formular a Epitrack para oferecer isso de uma maneira mais escalável para a sociedade”, contou o CEO [Chief Executive Officer, na sigla em inglês) e cofundador da Epitrack, Onício Leal.

Por meio do aplicativo, o cidadão fornece informações sobre os sintomas que está sentindo e informa detalhes para ajudar a localizar a origem do problema, como viagens ao exterior ou o contato com alguém que estava doente. O aplicativo registra a localização do usuário, analisa os dados enviados por milhares de pessoas – epidemiologistas fazem parte da equipe – e fornece a análise para entes públicos que contrataram o serviço, como a prefeitura do Recife e o Ministério da Saúde.

Segundo Leal, o instrumento pode ajudar os gestores a tomar decisões, inclusive de forma preventiva, já que reúne dados tradicionalmente colhidos em pesquisas que levam mais tempo para serem realizadas. “A velocidade que a tecnologia proporciona fazer isso em relação aos meios tradicionais é muito grande. Então você consegue ter a informação em tempo mais oportuno, proporcionando uma velocidade maior de resolução daquele problema social”. No aplicativo, os usuários têm à disposição orientações sobre saúde e endereços de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) próximas.

Acolhimento e informação

Outras iniciativas apresentadas no evento ainda dependem de financiamento para começar a funcionar, como o Mete a Colher, que nasceu em um grupo feminista para auxiliar mulheres a sair de relacionamentos abusivos. O projeto foi elaborado para estimular vítimas a denunciar violência doméstica e funciona como uma página no Facebook que une pessoas que precisam de ajuda àquelas que se dispõem a ajudar.

A intenção agora é criar um aplicativo de atuação nacional. “Vimos que a necessidade maior é justamente empoderar mulheres para sair do relacionamento. Antecipar toda essa cadeia de ajuda, mostrar os caminhos necessários. Uma mulher que está passando por isso não sabe o que fazer, quem procurar”, disse uma das idealizadoras do projeto, Thaísa Queiroz.

O aplicativo feminista pretende oferecer quatro serviços: atendimento psicológico, assistência jurídica, inserção no mercado de trabalho e acolhimento emergencial das mulheres para que possam sair de casa. A tecnologia, nesse caso, vai automatizar um serviço que atualmente é feito pelas pessoas da equipe.

“Hoje as mulheres chegam com pedidos de ajuda pela fanpage e a gente faz a conexão com o nosso banco de dados. É um trabalho manual mesmo, mais limitado. Com o aplicativo a intenção é que a rede funcione por si só, e funcione de forma mais rápida e eficaz”, disse Thaísa. O desafio é conseguir os recursos para tirar a ideia do papel. Para isso o grupo resolveu usar o financiamento coletivo pela internet.

Já o projeto Sons e Gestos aposta na conquista de investidores para financiar a criação de um aplicativo voltado à alfabetização de pessoas com deficiência ou com dificuldade de aprendizagem. O app está pronto e passa por fase de validação da tecnologia com pacientes e por meio de um projeto de piloto em uma escola do Recife. O método usado foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que já aplica as técnicas há mais de dez anos de forma presencial.

“Como a estratégia já é aplicada em jogos físicos, a ideia é transpor as barreiras das escolas e consultórios e que os alunos fiquem mais focados para aprender. Por exemplo: a gente testou com um paciente com autismo que estava muito disperso na hora porque tinha muita gente na sala. Quando a gente mostrou o aplicativo a ele parece que o mundo parou e ele ficou concentrado no aplicativo e de primeira já acertou tudo, ficou repetindo várias vezes”, conta a CEO da T-access, empresa que desenvolve a ideia, Virgínia Chalegre.

Fonte: EBC

Having carefully laid the groundwork, her passion for acting also inspired her younger sister Rooney, 28, whose splashy roles in The Social Network and David Fincher’s remake of The Girl with the Dragon Tattoo almost threatened to eclipse her own career. How would our team fare against the dreaded other team this coming Sunday (or Thursday or Monday)? Is it possible that the coach would turn to the other quarterback after the starter threw a series of interceptions this past weekend? How about the possibility Fake Oakleys that the club would move to Los wholesale jerseys china Angeles? There was no need to expound on the inflation (or lack thereof) of the footballs.. Continue this maneuver until you reach the end of the ladder.Based on the dance of the same name, the tango drill challenges your coordination, incorporating forward and lateral steps while also calling for you to cross your legs over each other while changing direction. As we grow our news viewers on air, we’re also growing them online. Last year’s Superbowl winner, the Denver Broncos, not only failed to make the playoffs but came in third in their own division. It’s strange how much can change so fast. That’s what’s made the difference as cheap football jerseys china I just believe in what I’ve got. Astronauts reported preflight use of any type of medication on 77% of days when the sleep episodes were circadian misaligned compared with 53% of days when the sleep episode was circadian aligned (P=0.02). Defensive tackles drafted first overall haven’t panned out, either, since Buck Buchanan was picked in 1963 and had a strong career after. The cheap jerseys other researcher talking about how the NFL will squash you if you get in its way. New ownership is the result.. The materials we’ll need for this is naturally a golf ball and a hybrid golf club. Rodgers completed 21 of 26 passes for 247 yards and ran his NFL leading total to 24 TD throws in a crazy 45 38 win over the staggering Chargers.. “Some folks, especially decision makers, ask me, ‘Why are you here?'” notes Michael Bricker, an award winning production designer on independent films, who lives in Indy when not on a film shoot. Collections. The database can then be used to contact individuals over their mobile device whenever they’re offering a special or sale, or to invite them to partake in a contest, or just to get customer feedback on a recent purchase or a change in the product line or service, etc.. There are certain games that are considered appropriate for kids to play. For http://www.footballjerseysuppliers.com example, to set up the whole thing, there’s a scene where Gordon and Harvey Dent talk about how Batman could retrieve Lau from Hong Kong since he’s “under no one’s jurisdiction” (and the Joker says pretty much the same thing to the mobsters).

Próximos Eventos