+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Bahia divulga resultado do edital de seleção de empresas para incubadora do Parque Tecnológico

Até o final de abril, entram em funcionamento as 11 empresas de base tecnológica selecionadas pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti) para desenvolver projetos e pesquisas na incubadora do Parque Tecnológico da Bahia, selecionadas através do edital 004/12. A lista das empresas selecionadas, que apresentaram projetos em áreas como robótica, mobilidade, tecnologia da informação e comunicação, foi divulgada na edição desta terça-feira (12) do Diário Oficial do Estado. As empresas selecionadas são Grupo Sal Ltda, Oxenti Ltda, Couroclub Ltda, SEO Bahia Soluções em Negócios Ltda, Lisan Soluções em Internet Ltda, Fluxotecnica Ltda, Viva Inovação Ltda, Labwin Serviços Especializados,  Tw2 Tecnologia Ltda,  Dossier Digital Ltda e Markertplanet Informatica Ltda M.E.

 “Cada empresa será convocada para, posteriormente, assinar com a Secti o Termo de Permissão de Uso das salas da incubadora. Esperamos que até o final de abril essas empresas já estejam funcionando na Incubadora do Tecnocentro”, informa o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Paulo Câmera. Ele observa que ainda estão sendo selecionados os projetos de pessoa física que se inscreveram para a seleção, cujo resultado deve ser divulgado ainda neste mês.

Durante o processo seletivo, a Secti avaliou as propostas de 48 projetos interessados em ingressar na incubadora do Tecnocentro, prédio principal do Parque Tecnológico da Bahia. O processo seletivo foi aberto pela Secti para selecionar empresas de base tecnológica para o ingresso na incubadora do Parque e, ao mesmo tempo, identificar a manifestação do interesse de empreendedores inovadores constituírem futuros negócios com o apoio do Sistema Baiano de Incubação.

Além das propostas de empresas de base tecnológica, foram recebidas pela Secti outras iniciativas de projetos para futuros negócios inovadores. A maioria dos projetos é na área de tecnologia da informação – incluindo aplicações de hardware e software, desenvolvimento de aplicativos, saúde e energia. “O volume de propostas que recebemos durante o lançamento deste edital evidencia uma crescente elevação do patamar empreendedor, científico, tecnológico e inovador da Bahia”, avalia o secretário Paulo Câmera.

Incubadora do Tecnocentro

A Incubadora de Empresas do Tecnocentro é integrada ao Sistema Baiano de Incubação e tem como objetivo transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso. Ela apoia empreendimentos de base tecnológica que gerem, adaptem ou apliquem intensivamente conhecimentos científicos e tecnológicos avançados e inovadores em seus produtos ou serviços.

“Na incubadora, esses empreendedores encontrarão um ambiente propício para a criação e o desenvolvimento de projetos inovadores e novos negócios, já que terão à disposição toda a infraestrutura do Parque Tecnológico da Bahia”, observa o secretário Paulo Câmera.

Entre os benefícios concedidos aos empreendimentos selecionados, serão oferecidos redução do ISS de 5% para 2%, isenção de IPTU e ITIV, redução de até 90% no ICMS nos serviços de telecomunicações, diferimento do ICMS na aquisição de equipamentos importados e acesso a Bolsas do Programa Proparq, com valores que vão de R$ 3 a R$ 14 mil.  Além disso, as empresas incubadas serão assessoradas pela premiada Fundação CERTI, pioneira na modelagem e gestão de ambientes de inovação, através do monitoramento constante das empresas nas cinco dimensões: equipe, tecnologia, capital, mercado e gestão.

A instalação de um empreendimento na incubadora do Parque Tecnológico da Bahia  gera inúmeros benefícios para o desenvolvimento de um projeto ou pesquisa. A começar pelo ambiente, totalmente voltado para a sinergia inovadora, através do rápido acesso à base de conhecimentos científicos e tecnológicos e também da relação empresa-universidade, além de programas de apoio financeiro ao longo de todo o seu ciclo de desenvolvimento.

Fonte: SECTI-BA

Próximos Eventos