+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Aula inaugural marca início do programa Prime no Paraná

A Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) realizou nesta segunda-feira (19) a aula inaugural da 1ª edição do Programa de Apoio à Propriedade Intelectual com Foco no Mercado (Prime). O evento contou com a participação de pesquisadores, professores e estudantes das Universidades Estaduais que foram selecionados na primeira etapa do programa.

O Prime tem o objetivo de contribuir com o desenvolvimento econômico e social do Paraná, a partir da transferência dos resultados das pesquisas acadêmicas para o mercado.

O superintendente da Seti, Aldo Bona destaca que a iniciativa busca estimular a cultura empreendedora no ambiente acadêmico. “Temos certeza que os projetos selecionados apresentarão importantes soluções para as demandas que o setor produtivo exige, contribuindo com o desenvolvimento do Paraná e demonstrando a capacidade das nossas instituições”.

A iniciativa conta com a parceria da Fundação Araucária e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná (Sebrae/PR). Ao todo, foram selecionados 21 projetos em 6 universidades estaduais.

Paraná divulga selecionados para capacitação do Programa Prime

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) foi a que mais teve projetos aprovados, 8 no total. A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) aparece em seguida com 5 propostas selecionadas, a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) teve 4 propostas aprovadas.

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) também participou da seletiva e contou com 2 projetos aprovados, tanto a Universidade Estadual de Londrina (UEL) quanto a Universidade Estadual de Maringá (UEM) tiveram 1 projeto selecionado cada uma.

Para o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig o Estado do Paraná possui uma estrutura robusta de instituições de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e isso é um importante combustível para incentivar a inovação. “Temos quase 20 mil professores doutores em diferentes áreas do conhecimento, isso demonstra a força das nossas instituições. O Prime será um importante instrumento de geração de riquezas”.

Durante o evento, o fundador da aceleradora de startups Evolve MVP, Welliton Oliveira ministrou um workshop sobre organização de projetos, modelo de negócio, precificação e fluxo de caixa.

Os projetos também receberão mentoria e acompanhamento, passando por fases classificatórias (viabilidade, mercado, demo day e pré-aceleração), conforme os critérios de julgamento estabelecidos em edital.

“Existe um desafio mundial de transformar as patentes em produtos do mercado. E o Prime fortalece a rapidez com que o Estado do Paraná tem investido nesse assunto. Vamos trabalhar juntos pelo empreendedorismo inovador, abrindo caminho para o futuro dos jovens”, afirma o gerente regional leste do Sebrae, Joailson Antonio Agostinho.

A expectativa é lançar outras edições, a partir de 2021, envolvendo as demais instituições de ensino superior e instituições de pesquisa científica e tecnológica (ICT) do Paraná. Para tanto, já estão assegurados recursos financeiros em torno de R$ 400mil.

 Fonte: Seti PR em 22/04/2021

Próximos Eventos