Giro nos Estados

Arranjos Produtivos Locais recebem investimentos em Goiás

O Governo de Goiás, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), anunciou nesta segunda-feira (16/12) investimentos de R$ 12,79 milhões para 12 arranjos produtivos locais (APLs) dos setores de tecnologia da informação, leite, confecção, cerâmica vermelha, apicultura e bananicultura. Segundo o secretário Mauro Faiad, as ações – já materializadas ou licitadas – vão gerar oportunidades de acesso a capacitação profissional para mais de 11 mil empresas goianas, além de aumentar a produtividade com os novos equipamentos adquiridos.

Para o governador Marconi Perillo este será o maior investimento em arranjos produtivos locais já realizado no Estado. Para o próximo ano ele já anunciou que mais R$ 17 milhões serão investidos, totalizando R$ 30 milhões em dois anos. O governador garantiu que os APLs vão ganhar muito em qualificação profissional, controle de qualidade, certificação e inovação tecnológica, ampliando bastante o lucro das empresas. “Essas iniciativas concretizadas vão promover um upgrade na vida de todos”, disse Marconi.

“Para o setor de Tecnologia da Informação essa é uma grande oportunidade para melhorar a competitividade”. A afirmação foi feita por Luciano Castro, presidente da Comunidade Tecnológica – Comtec, que também participou da solenidade. Segundo ele, os resultados estão sendo alcançados graças à atuação conjunta entre poder público e empresários.

Presente na solenidade, Belmonte Cavalcante, presidente da Associação dos Ceramistas do Norte Goiano, entidade que coordena o APL da cerâmica vermelha, afirmou que os novos investimentos do Governo vão promover uma melhor racionalização do processo de capacitação dos trabalhadores. “Teremos um laboratório fixo em Porangatu e um laboratório móvel, o que facilitará o acesso a todas as empresas do setor”, disse Belmonte.

O APL da Cerâmica Vermelha envolve 22 municípios e mais de 40 empresas situados entre o Vale do São Patrício e o Norte de Goiás. Segundo o secretário Mauro Faiad, os novos investimentos vão permitir que essas empresas tenham acesso ao mercado nacional. “Com a certificação os empresários goianos poderão, por exemplo, vender seus produtos para o programa Minha Casa, Minha Vida”, disse Mauro. A previsão do secretário é de que até meados de fevereiro todos os investimentos já estejam implantados nos APLs beneficiados.

Fonte: SECTEC-GO

Próximos Eventos