+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Alunas das escolas estaduais da Paraíba vão participar de maratona tecnológica

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) apoia a participação de alunas da Rede Estadual de Ensino no “Desafio Change the Game”, uma iniciativa do Google Play para incentivar a representatividade feminina na criação de jogos para celular. A atividade se insere no Plano de Inovação e Tecnologia Educacional da Paraíba e incorpora o programa “Ouse Criar”, que será lançado pelo governador João Azevêdo.

A professora Joedna Sabino de Souza, da Escola Cidadã Integral Profª Liliosa de Paiva Leite, apresentou o ‘Desafio Change the Game’ (Mude o Jogo, em inglês) ao Secretário da Educação, Aléssio Trindade, em uma reunião com o gestor e professores da escola. “Estamos diante de uma oportunidade para as nossas alunas que os encaminha para o desenvolvimento tecnológico”, afirma Joedna. No ano passado, ela coordenou uma equipe de alunos da Escola Cidadã Integral Raul Machado que disputou a Maratona de Tecnologias Móveis nas Escolas, parceria entre o Unicef e a Samsung e trouxe o prêmio para a Paraíba. “Agora, queremos replicar essa experiência em outras escolas”, disse a professora.

A Pesquisa Game Brasil (PGB) de 2018, mostrou que mais da metade dos brasileiros que jogam games eletrônicos são do sexo feminino. O “Desafio Change the Game” é uma hackaton para as meninas; será realizado nas Escolas Estaduais em João Pessoa e em Campina Grande, com o convite estendido às alunas dos Institutos Federais (IFPB). Os professores montam suas equipes com as alunas de 15 a 21 anos, matriculadas na rede. As inscrições são feitas pelo site g.co/desafiochangethegame, até 30 de setembro.

“Tudo isso faz parte do ecossistema de inovação no ensino”, explica o Secretário Aléssio Trindade, referindo às diversas atividades em projetos de inovação nas Escolas Cidadãs Integrais e Técnicas da Paraíba. Essas atividades integram o Plano de Inovação e Tecnologia Educacional da Paraíba que está em elaboração em parceria com o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB).

O programa “Ouse Criar” está estruturado em etapas, a cada ano escolar que o aluno avança. “No primeiro ano, os alunos poderão participar de hackatons e os melhores resultados serão trabalhados nos Núcleos de Educação Tutorial, durante o segundo ano.

O Governo do Estado providenciará recursos para captar bolsistas de nível universitário com conhecimentos na área de Tecnologia da Informação (TI) para desenvolver produtos nas escolas. E no terceiro ano, os alunos voltarão para o hackaton, porém, em um nível de forma a ingressar no Horizonte da Inovação, como o parque tecnológico que está em criação na Paraíba. “Essa trajetória estará pavimentada pelo Estado e só dependerá do desempenho do próprio aluno”, informa Aléssio Trindade.

O projeto de educação do Governo do Estado da Paraíba proporciona o desenvolvimento do aluno em diversas áreas, além das disciplinas curriculares. As escolas são flexíveis, permitindo que o aluno escolha a sua trajetória em função do seu projeto de vida. “E nós criamos programas para impulsionar a escolha do aluno. Tem o aluno que vai querer criar uma empresa, esse é o aluno do Ouse Criar. Tem aquele que quer aprender Inglês, esse é candidato ao Gira Mundo. Quem quer trabalhar, é direcionado ao Primeira Chance. Aquele que quer ir para a universidade, vai para o Se Liga no Enem. Assim, estamos criando uma escola de alto desempenho”, afirma Aléssio.

Fonte: SEECTI PB

Próximos Eventos