+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Almir Suruí recebe o título de Doutor Honoris Causa em Rondônia

A Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) concedeu nesta última sexta-feira o título de Doutor Honoris Causa ao líder indígena Almir Narayamoga Suruí, 38 anos. O evento será na no auditório da UNIR Centro, às 16 horas durante uma sessão extraordinária do Conselho Superior Acadêmico (CONSEA), aberta ao público em geral.

Almir é o líder do povo indígena Suruí que habita a Terra Indígena Sete de Setembro, situada na região de Cacoal-RO. A população é de aproximadamente 1.400 índios, que se autodominam Paiter, que quer dizer “gente de verdade”.

Aos 15 anos, entendendo pouco o português, aceitou convite da Universidade Católica de Goiás para estudar Biologia Aplicada. Ao retornar, passou a atuar na Associação Metareilá do Povo Indígena Suruí, junto com outras lideranças, além de investir em ações que defendem o meio ambiente e a cultura indígena.

Em 1999, conseguiu que o Ministério do Meio Ambiente realizasse o Diagnóstico Agroambiental da Terra Indígena Sete de Setembro.  Em 2005, contrariado com a comercialização ilegal de madeira no território de seu povo, deu início à implantação de um projeto de reflorestamento, com a proposta de recuperar pastos, capoeiras e enriquecer a floresta, adensando-a com espécies florestais retiradas pelos invasores e madeireiros. Com a visibilidade do trabalho desenvolvido em prol povo Suruí e da Amazônia, Almir assumiu o Departamento Etnoambiental da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab).

Em 2007 Almir foi à cidade de São Francisco nos Estados Unidos, e fechou uma parceria com o Google.  Com o gigante da internet, os Suruí tiveram acesso aos mais recentes computadores do mundo, a um sistema de comunicação para as aldeias e ao uso do Google Earth.  A parceria faz parte do projeto Google Earth Outreach, que tem como objetivo usar a tecnologia para atender demandas sociais e ambientais em várias partes do mundo. A iniciativa da parceria foi do próprio Almir, quando ele conheceu o Google Earth e conseguiu visualizar suas terras na tela do computador, viu uma grande oportunidade para o seu povo.  Hoje pelo programa do Google, é possível caminhar virtualmente por toda a Terra Sete de Setembro, onde reside o povo Suruí.

A concessão do título foi proposta pelo colegiado do curso de Mestrado em Geografia da UNIR e aprovada em reunião do Conselho Superior Acadêmico (CONSEA) em agosto de 2011.

Fonte: UNIR

Próximos Eventos